Publicidade
Esportes
Craque

Atletas esquecem festa de carnaval em busca de conquistas

Sem encanto pela folia, desportistas preferem trabalhos e resultados do que aproveitar um dia na festa. Há quem procure refúgio espiritual para fugir da festa 13/02/2013 às 10:28
Show 1
Ronys Torres sorridente ao assinar contrato com a Prefeitura
Anderson Silva Manaus

O carnaval é uma festa que faz o Brasil “parar” e “pular” ao mesmo tempo: seja para curtir em bandas, blocos, desfiles ou até mesmo descansar, para alguns atletas amazonenses a folia não representa festa, diversão ou descanso; mas sim ralação.

O lutador de MMA, Ronys Torres, se prepara para a luta do dia 25 no Rio de Janeiro pelo MMA Champions League. Faltando mais de um mês para o combate contra Andrezinho Nogueira, o lutador nem pensa em quebrar a rotina de treinos para "pular" carnaval.

“Eu sou bem tranquilo, vou ficar apenas com os amigos. Carnaval não curto muito. Vou ficar de boa tomando água e treinando, até porque tenho luta”, disse o lutador.

Quem também deixou de lado o carnaval em prol dos resultados é Alailton Pinto, o atleta do ciclismo se prepara em Roraima para o 5º Desafio Serra do Tepequém. O ciclista é bicampeão da prova e no dia 10 de março vai tentar o tri do desafio com as feras do esporte de duas rodas.

“Vou treinar duro durante estes dias. A prova promete ser disputada e preciso fazer trabalhos para voltar a minha forma física”, declarou o ciclista que viajou no último sábado para Roraima.


Aproveitando a folga das lutas e trabalhos, Adriano Martins vai descansar. Novo contratado do UFC, o lutador que é evangélico prefere fugir da festa e se isolar em um sítio para voltar renovado para os novos desafios.

“Sou evangélico. Vou para um sítio ou acampamento da igreja. Para quem vai lutar é bom se poupar do carnaval que em média pode atrapalhar em até 50% um atleta. No meu caso, que ainda não tenho luta definida é descansar e voltar bem”, afirmou o lutador.

Publicidade
Publicidade