Publicidade
Esportes
NA LUTA

Atletas do Amazonas fazem vaquinha e rifa para disputar competições internacionais

João Pedro e Mateus se destacam nas suas respectivas modalidades, mas ainda precisam de apoio para brilhar no exterior. 17/12/2017 às 08:09
Show jo o pedro 1
Atletas buscam apoio de amigos, fazem rifa, vaquinha e feijoada para conseguir o dinheiro das viagens internacionais para competir. (Fotos: Márcio Silva e Antônio Lima)
Jéssica Santos Manaus - AM

No esporte não basta ter talento; é preciso ter, também, oportunidade e apoio. Esse é o caso dos atletas amazonenses João Pedro, da natação, Mateus Moraes, do jiu-jitsu, e de tantos outros, que se destacam, conquistam oportunidades, mas buscam apoio para alcançarem seus sonhos. Um é campeão dentro d’água, e o outro, no tatame, e o que eles têm em comum é o sonho de competir num evento internacional, que pode alavancar suas carreiras e mudar suas vidas. Assim, João Pedro fez uma ‘vaquinha’ e vai fazer uma feijoada, e Mateus, fará uma rifa, com a esperança de conseguirem o dinheiro para as viagens. 

Talento nato
João Pedro (Estaleiro Bibi/Barateiro), de 11 anos, brilha nas piscinas desde os cinco anos de idade, e este ano foi especial porque o jovem nadador conquistou sua primeira convocação para a Seleção Brasileira, sendo o único convocado da região Norte. A missão dele é a Copa UANA de Natação, entre os dias 19 a 21 de janeiro de 2018, nos Estados Unidos. Mas, para estar presente na competição, o atleta precisa de apoio para custear as passagens, hospedagem e gastos diários que terá na viagem. Para isso, fez uma vaquinha na internet, onde arrecadou até agora somente 20% do valor necessário para a viagem. Mas sua família vai realizar também uma feijoada, dia 7 de janeiro, com ingressos a R$ 15, pelo número 99137-4474 (Josimar - pai).

“Quando recebemos a convocação dele, ficamos muito felizes, mas eufóricos com o valor da viagem. Estamos numa correria só, e já conseguimos parte do dinheiro com amigos, através de uma vaquinha na internet, e agora vamos fazer uma feijoada, também com o apoio de amigos, para complementar esse valor”, explica o pai de João, Josimar.

João Pedro é um dos quatro filhos da família, sendo que três deles são nadadores. “Fazer esporte é caro, e aqui no Amazonas enfrentamos a falta de apoio. Eles treinam na Aquática Amazonas, e somos gratos ao Raul Andrade, que possibilita que os três nadem no clube e, também, paga as competições no Estado, mas moramos do outro lado da cidade, no Nova Cidade, e isso é uma das dificuldades que temos”, relata Josimar.

Enquanto isso, João Pedro só pensa na sua primeira competição internacional. “Tô esperando medalha de ouro, treinando muito para conseguir. Ainda quero conhecer vários países, e vou conhecer porque irei viajar bastante pra representar o Brasil”, afirma ele.


Ferinha da Arte Suave

Mateus Moraes (Academia Top Team/A. Cardoso Navegações) tem somente 15 anos, mas é considerado um dos destaques do jiu-jitsu no Amazonas e em Roraima. Ele pratica a modalidade há quatro anos, e já conquistou diversos campeonatos importantes, como o Mundial da Confederação  Brasileira de Jiu-Jitsu e o Brazil National Pro. Seu objetivo é voar alto, e Mateus já tem o destino: o Campeonato Europeu de Jiu-Jiítsu, entre 15 a 21 de janeiro, em Portugal, onde disputará com atletas de 16 anos, nas categorias faixa azul/meio-pesado e também no absoluto, com atletas de diferentes pesos.  
Mas, para alçar voo, Mateus precisa vender as rifas que a sua namorada, Sthefany, teve ideia de realizar. Serão três prêmios, que incluem kimonos e materiais de jiu-jitsu. A rifa está sendo vendida a R$ 10, pelo número 98173-1737, e o sorteio será dia 10 de janeiro. “Fico feliz que minha família, amigos, e meu mestre, Airton Santos, estão me apoiando e sonhando junto comigo”, disse ele.

Em 2018, além do Europeu, Mateus quer marcar presença no Campeonato Brasileiro e no Pan Americano (Mundial de Jiu-Jitsu), nos Estados Unidos. 

Publicidade
Publicidade