Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Craque

Atlético Mineiro enfrenta São Paulo nesta quarta-feira (08)

Para avançar na Libertadores, São Paulo terá de fazer o que ninguém nunca fez. Vencer o Atlético-MG dentro da Arena Independência, em Belo Horizonte



1.gif Ronaldinho Gaúcho comanda o time Mineiro que ainda não caiu dentro do Independência
08/05/2013 às 08:47

Melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores, o Atlético Mineiro poderá decidir todas as fases de mata-mata dentro de sua casa, o estádio Independência. Os 20 mil torcedores que, em média, lotam a arena são uma das armas da equipe de Belo Horizonte para passar pelo São Paulo, nesta quarta-feira (08), às 21 horas (horário de Manaus), e avançar às quartas de final. Os jogadores e o técnico Cuca sabem da importância da presença da torcida.

“A gente espera poder fazer mais um grande jogo, respeitando a equipe do São Paulo, mas queremos dar felicidade para o torcedor Será um jogo complicado”, disse o meia Ronaldinho Gaúcho, o craque do time, nesta terça-feira (07), após o último treinamento antes da partida.

Uma das preocupações do Atlético, apesar da boa vantagem que tem por ter vencido por 2 a 1 o jogo de ida, no Morumbi, é uma eventual disputa por pênaltis - ela só acontecerá se o São Paulo ganhar por 2 a 1. Nesta terça, Cuca mandou seus atletas treinarem bastante. “A gente sempre acompanha os vídeos de quem vai jogar, goleiro que se adiantou um pouco nas cobranças de pênalti. Treinamos bem e estamos preparados caso aconteça isso”, afirmou Ronaldinho Gaúcho. Pelo treinamento, os possíveis batedores do Atlético são Ronaldinho Gaúcho, Richarlyson, Bernard, Réver, Jô, Alecsandro e Diego Tardelli. O zagueiro Leonardo Silva, que está com a mão direita machucada, treinou nesta terça, mas ainda é dúvida. Caso não jogue, Gilberto Silva continuará no seu lugar.

Missão tricolor

O São Paulo entra mais uma vez em campo com a missão de mostrar que não está morto na Copa Libertadores. Depois de quase ser eliminado na fase de grupos, o time renasceu das cinzas, se classificou, mas com a derrota por 2 a 1 no jogo de ida contra o Atlético Mineiro, a situação se complicou. Hoje o time precisa vencer por dois gols de diferença ou por um gol, desde que faça mais de três gols. Se der 2 a 1, a decisão será nos pênaltis. Qualquer outro resultado garante o time mineiro nas quartas de final da competição sul-americana. “Não é milagre conseguir a vaga aqui. Sabemos que temos força para isso. Vamos entrar em campo em busca da classificação”, avisou o técnico Ney Franco.

Apesar do otimismo do treinador, ele tem um grande problema que é a possível ausência do atacante Osvaldo, que está em tratamento para melhorar das dores no quadril e ainda é dúvida. Se não puder atuar, um dos principais jogadores ofensivos da temporada dará lugar a Douglas, que é lateral-direito de origem, mas vem sendo usado no meio. Por causa da lesão, até Silvinho, contratado na semana passada, foi chamado para viajar com o grupo. O ex-jogador do Penapolense fez poucos treinamentos com o elenco, mas é uma opção até para o segundo tempo, dependendo de como estiver a partida.

Além de Osvaldo, Rogério Ceni também não participou nesta terça das atividades com a equipe e ficou no hotel em tratamento para as dores no pé direito. O goleiro, que chamou a atenção no clássico contra o Corinthians, por causa de uma grande adiantada na cobrança de pênalti de Alexandre Pato, sabe que pode disputar sua última partida pela Libertadores, pois anunciou recentemente que não pretende jogar em 2014. Por causa disso, o confronto em Minas Gerais é de suma importância para o capitão são-paulino, que pretendia pendurar as luvas com mais um título sul-americano no currículo.

Tricolor contra os grandes

O São Paulo confirmou ontem que participará de um torneio amistoso na Alemanha. O clube paulista será um dos quatro concorrentes ao título da Copa Audi, que será disputada nos dias 31 de julho e 1.º de agosto na Allianz Arena, em Munique, na Alemanha. Os outros times participantes estão entre as principais potências do futebol europeu: Bayern de Munique, Milan e Manchester City.

Para participar do torneio, o São Paulo precisou do aval da CBF, já que precisará abandonar o calendário brasileiro por uma semana durante a disputa do Campeonato Brasileiro, o que ocasionará no reagendamento de jogos. No dia 31 de julho, a equipe tem jogo marcado contra o Náutico, no Recife, enquanto que no dia 4 de agosto pega o Bahia, no Morumbi.

Presença

Esta é a segunda vez que um clube brasileiro participa da Copa Audi. Na última edição, em 2011, o Internacional representou o País e terminou na terceira colocação. Na estreia, perdeu nos pênaltis para o Barcelona depois de empatar por 2 a 2 no tempo normal. Na disputa de terceiro lugar, bateu o Milan, também nos pênaltis, depois de empate por 2 a 2.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.