Publicidade
Esportes
Craque

'Avisaram o Timão?’: Coritiba faz ‘pacto’ pra sair do Z-4 e quer iniciar vencendo o Corinthians

Técnico do Coxa quer vencer três dos próximos cinco jogos da equipe para deixar zona do rebaixamento. Timão quer continuar na briga pela ponta da tabela do Brasileirão 24/07/2015 às 11:19
Show 1
Equipe comanda por Tite está há cinco jogos sem tomar gols.
Denir Simplício Manaus (AM)

Coritiba e Corinthians fazem o confronto mais desigual da 15ª rodada do Brasileirão, neste domingo, às 15h (hora Manaus), no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Enquanto o Timão luta para assumir a liderança isolada da competição, o Coxa joga em casa para tentar escapar da lanterna do campeonato.

O técnico Ney Franco, que comemorou a classificação para oitavas de final da Copa do Brasil no meio de semana, após passar pela Ponte Preta, já projetou o futuro do Coritiba até o final do turno. Dos cinco jogos que ainda restam na primeira fase do Brasileirão, três são dentro do Couto Pereira. “Vivemos um momento muito importante no Campeonato Brasileiro, onde temos o objetivo de terminar esse primeiro turno fora da zona de rebaixamento. Para isso, nós precisamos de três vitórias nos três jogos dentro de casa”, analisou.

Franco ainda conta com o provável reforço de alguns atletas. São os casos do atacante Keirrison, que saiu do jogo contra o Figueirense na última rodada com dores da coxa, e  do zagueiro Rafael Marques, enfim, regularizado pela diretoria do Coxa. No entanto, o treinador do Coritiba vai encarar um páreo duríssimo pela frente para transformar prognósticos em números concretos.

Muralha no Timão

O Timão vem com tudo pra cima do Coxa e quer aproveitar a instabilidade do adversário para tentar assumir a ponta do Brasileirão. Com nove vitórias e possuidor da melhor defesa do campeonato - a defesa corintiana não toma gols a cinco partidas -, o Alvinegro do Parque São Jorge deve contar com o retorno do paredão Cássio.

O técnico Tite tentou despistar, mas deu dicas de que deve promover o retorno do camisa 1 ao Timão. ”... quero enaltecer muito o Walter, que não teve essa de ritmo de jogo. Se treinar forte, com nível de concentração alto, a única diferença para o jogo é no emocional”, elogiou Tite, dando a entender que Walter voltará para o banco. Para a vaga do zagueiro  Gil, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Tite optou pela experiência de Edu Dracena. “Ele me deixa muito tranquilo. As características são diferentes, Gil mais de força; Edu, de técnica.  Felipe na velocidade. Mas não são só eles. É a equipe que defende”, exaltou o treinador corintiano.


Se Tite perdeu Gil punido, ganhou o retorno do meia Jadson. O principal jogador do Timão no Brasileirão volta ao time depois de cumprir automática diante do Atlético-MG. “Não surpreende ele ser artilheiro porque é o jogador de bola parada. O que é importante também é não ter um específico que faça gols, mas diversos atletas. Isso para mim é importante. Daqui a pouco o Renato vai bater gol, pode escrever”, profetizou o treinador, lembrando que Jadson é o artilheiro do time no torneio.

Com a confirmação do camisa 10 do Corinthians, quem deve sair é Rildo. Vagner Love continua atuando mais isolado à frente, fazendo o pivô para as chegadas de Malcom, Renato Augusto e, principalmente, Elias no ataque do Timão.


Publicidade
Publicidade