Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020
MENINAS DO HULK

'Balanço é positivo', diz diretor de futebol do Hulk, 11 dias após início da vaquinha

Iranduba pretende arrecadar R$ 900 mil e para isso usa suas redes sociais e mobiliza torcedores



fbfdedc1-4dbd-4aaa-a771-2a2fb7e7f9ec_D5C72539-2C1A-4C41-A790-273B3687802F.jpg Foto: Gabriel Seixas/Iranduba
23/06/2020 às 11:36

Se a última batalha das meninas do Iranduba, dentro das quatro linhas, foi no último dia 15 de março, pelo Campeonato Brasileiro da Série A1, fora dele, o clube segue na luta para conseguir fundos e manter viva as chances de continuar atuando no cenário local e nacional. Até a tarde desta segunda-feira (22), o Hulk da Amazônia conseguiu arrecadar cerca de R$ 3.590,00 através da ‘vaquinha’ criada no site vakinha.com.br, no dia 11 de junho.

Nos primeiros dias, a vaquinha arrecadou quase R$ 3 mil, cerca de 0.3% do valor total desejado, mas nos últimos sete dias, o número de contribuições ficou na casa dos R$ 890, quase dois mil a menos se comparado ao número arrecado nos primeiros dias. Mas para o diretor de futebol feminino do Iranduba, Lauro Tentardini, a queda é natural pelo fato do mundo passar por um período de pandemia.



“O balanço é positivo, primeiro porque estamos pedindo doações no meio de uma pandemia. Nós sabemos que muitas pessoas estão sem trabalhar, perderam sua renda, e nós estamos em um meio de mês, então é natural que tenha perdido um pouco da força. Muitas pessoas me ligam, mandam mensagem dizendo que vão dar no final do mês. O importante é continuar divulgando e continuar pedindo", ressaltou Lauro, projetando melhora com a chegada de novos contribuidores na causa.

Além da vaquinha online, o Iranduba também conta com um projeto realizado por mulheres da modalidade chamado ‘Avante Hulk’. O objetivo da ação é ser mais um braço neste processo de ajuda ao time amazonense. A página lançou um sorteio no último dia 18 de junho, em suas redes sociais, com premiação de uma camisa oficial do Corinthians. Lauro confirmou que este será o primeiro sorteio de outros que ainda virão.

“O sorteio é de um grupo de meninas que se reuniu e conseguiu as camisas. (Vai ter) uma camisa do Corinthians, uma do Palmeiras, estou dando uma do Iranduba, a Sorriso (jogadora do Internacional, ex-Iranduba) deu uma do Iranduba, uma do Internacional, uma autografada da Cristiane da Seleção Brasileira... Existirão vários sorteios'', concluiu Lauro, diretor do time feminino do Hulk.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.