Publicidade
Esportes
Craque

Barcelona Brasil, o demolidor deste Peladinho, reencontra seu único algoz

Em seu primeiro jogo, o Barça levou de 4 a 0 do Colégio Palas Atena. A partida foi considerada inclusive um 'divisor de águas' para o Barcelona 23/01/2015 às 10:00
Show 1
Peladinho vive clima de revanche
Jornal A Crítica Manaus (AM)

Com uma impressionante marca de 63 gols marcados em sete jogos disputados, o Barcelona Brasil virou uma espécie de “bicho papão” entre os times que disputam o Peladinho.

Entretanto, a molecada que vem seguindo à risca os ensinamentos de sua “matriz” espanhola também já foi goleada neste Peladinho. Em seu primeiro jogo, o Barça levou de 4 a 0 do Colégio Palas Atena. A partida é considerada inclusive um “divisor de águas” para o Barcelona.

Coube ao destino colocar os times frente à frente mais uma vez no Peladinho. Amanhã, às 9 horas, no campo da Petrobras (Distrito Industrial), Palas Atena e Barcelona se reencontram na competição. O vencedor garante uma vaga na final da categoria, que deve acontecer no próximo sábado, dia 31.

Até mesmo a garotada do Colégio Palas Atena admite que o cenário é completamente diferente desta vez. Apesar da equipe estar invicta e ter feito 25 gols em seis jogos no peladinho, o treinador Alan Frank prega respeito ao adversário. “Considero o Barcelona como o melhor time da competição. E tenho certeza absoluta que o placar que nossa equipe obteve na primeira rodada do Peladinho não vai se repetir. Foi uma situação completamente diferente”, afirmou Frank. O treinador do Palas considera que o equilíbrio dará o tom do duelo de amanhã na Petrobras. “O jogo será decidido nos detalhes. Os dois times tem um estilo de jogo bem parecido. Quem errar menos garante a vaga na final. E acredito inclusive que quem vencer este duelo será o campeão do Peladinho nesta temporada”, argumentou.

Para Alan, o 4 a 0 obtido diante do Barcelona foi causado principalmente pelo “nervosismo” de ambos os times na estreia. “O primeiro jogo é sempre mais complicado. E o time deles jogou um tempo desfalcado também, se não me engano. Aproveitamos, fizemos os quatro gols e depois só administramos. Quando eles jogaram completos, na segunda parte do jogo, a coisa foi bem diferente. Por isso creio no equilíbrio desta vez. Eu e o Nedson (treinador do Barça) nos conhecemos e sabemos o estilo de trabalho um do outro”, concluiu o comandante do Palas.

No Barcelona, o objetivo é apagar a única “mancha” na campanha histórica que a equipe vem fazendo neste peladinho. As goleadas de 22 x 0 sobre o Ouro Verde Jr e de 31x0 contra o Vitória EC não tiraram o foco da equipe, tampouco fizeram os jogadores entrar no clima de “já ganhou”. O treinador Nedson Silva, inclusive, foi bastante incisivo com seus atletas após os duelos e “distribuiu broncas” mesmo após os placares tão dilatados. Ele sabe que qualquer erro pode ser fatal. “No jogo de estreia, o Palas Atena venceu jogando nos nossos erros. Por isso, sempre cobro minha equipe. Às vezes é melhor vencer por 1 a 0 jogando bem, do que por 20, atuando de maneira displicente”, destacou o treinador. Tanto o Barcelona quanto o Palas jamais conquistaram o Peladinho.

Publicidade
Publicidade