Publicidade
Esportes
Neste domingo (9)

Black Hawks e Cavaliers se enfrentam neste domingo em clássico do Futebol Americano

Tradicionais e vitoriosas equipes do Futebol Americano amazonense estrelam clássico que marca 10 anos de rivalidade entre os times 08/10/2016 às 12:57 - Atualizado em 08/10/2016 às 13:04
Show unnamed  1
A disputa ocorre no campo do Sest/Senat, na av. Autaz Mirim, Jorge Teixeira, Zona Leste da capital (Divulgação)
acritica.com

Tradicionais e vitoriosas equipes do Futebol Americano amazonense, o Amazon Black Hawks e o Manaus Cavaliers se enfrentam neste domingo (9), em Manaus, às 9h, pela primeira rodada do returno do Campeonato Amazonense de Futebol Americano. A disputa ocorre no campo do Sest/Senat, na av. Autaz Mirim, n° 10.118, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da capital.

A partida é encarada como um clássico, que neste ano completou uma década. Em 2006, depois de assistir o filme “Virando o Jogo” – que conta a história de superação de um atleta que saiu da liga universitária para a liga profissional, conquistando o título da temporada – um grupo de jovens passou a treinar no campo do Centro Social Urbano, o CSU do bairro Parque 10.

Com mais adeptos surgindo, logo realizaram o primeiro Campeonato Amazonense e os times ganharam nomes. O primeiro título ficou com o extinto Manaus Hunter’s em 2006. No segundo campeonato, o Manaus Cavaliers ficou com a taça. Três anos depois, foi a vez do Amazon Black Hawks ser premiado com o título dentro do antigo estádio Vivaldo Lima.

“Em 2006 iniciamos com o futebol americano. Até aqui perdemos três finais para o Black Hawks, eles são tricampeões amazonenses, e venceram em cima da gente (2009, 2010 e 2011). Nós vencemos cinco vezes o campeonato (2007, 2008, 2012, 2013 e 2014)”, disse o presidente e jogador do Manaus Cavaliers, Philipe Lavor.

Atual líder da competição, os CAVS precisam da vitória no clássico para na próxima rodada confirmar a vaga na final com uma vitória. “Se vencermos esse jogo, no próximo já estaremos na final da competição. Estamos com a equipe bem focada. Embora eles (Black Hawks) não estejam fazendo uma boa campanha, sempre crescem muita contra a gente. É um time perigoso”, advertiu Lavor.

Para o treinador do Black Hawks, Márcio Sato, a partida vai ser decidida nos detalhes e já orientou os jogadores para o clássico. “É sempre um jogo bem competitivo. São dois times tradicionais, dois times que se conhecem há bastante tempo e cada um sabe o ponto forte e fraco do outro. Vai ser tipo um jogo de xadrez, quem identificar melhor a fraqueza do outro e executar a melhor jogada será o vencedor”, declarou.

Contra o lanterna

Na outra partida, às 14h, o segundo colocado com quatro vitórias, North Lions, encara o lanterna, sem nenhuma vitória, Lobos FA. O Campeonato Amazonense de Futebol Americano recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade