Publicidade
Esportes
Craque

Botonismo: Copa Geraldo Décourt de Futebol de Mesa 'ferveu' o Zamithão neste domingo (14)

Competição em homenagem ao patrono da modalidade no Brasil reuniu a nata do esporte no Amazonas. Ao final do torneio a equipe Banca Forte não deixou barato e "atropelou" os adversários se sagrando campeã do certame 15/02/2016 às 10:56
Show 1
Equipe Banca Forte foia grande campeã da Copa Geraldo Décourt de Futebol de Mesa.
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

Em sua morada eterna Geraldo Décourt, patrono do Futebol de Mesa no Brasil, deve estar em festa, isto porque na manha deste domingo (de), na arena montada nas dependências do estádio Carlos Zamith, na Zona Leste de Manaus, foi realizado a Copa Geraldo Decourt da modalidade. A competição foi promovida pela Associação Manauara de Futebol de Mesa (AMFM) e teve a equipe Banca Forte como a grande campeã.

Na primeira fase quatro grupos, sendo três com seis participantes e uma chave com sete componentes em que os quatro primeiros colocados se classificavam tivemos grande futebol, nervosismo e decisões até o último segundo.

Ao final das rodadas da primeira fase tivemos como destaque a goleada retumbante de Pedro Biondo por 7 a 1 no atual campeão amazonense e seu time "pão de mel", Marcos. 

Outro destaque se deu para o desempenho do novato Marco Aurélio que deu muito trabalho para seus adversários classificando-se para a segunda fase. Honras também ao veterano Pedro Hermogenes, o Paulo Baier do Futmesa que jogando com muita garra conseguiu sua vaga na sequência do campeonato.

Passaram para a segunda fase os seguintes técnicos, compondo as disputas das oitavas de final: Ulisses e Paulo, Ulisses com suas pinchas querendo mostrar que está mais do que vivo e Paulo que deixou para trás o Presidente da Vermes, o combalido Manoel Jr. Miguel e Wellington, Miguel com sua habitual regularidade e Wellington reaparecendo no cenário futebolístico; Fabiano e Hélio, jogo de dois técnicos tradicionais no futmesa manauara; Pedro Biondo e Marco Aurélio, Pedro já conhecido e respeitado e Marco Aurélio vindo do futmesa de 3 toques para dar trabalho na modalidade 12 toques; Jonei, seu new style e o velho e bom futebol contra o Campeão Amazonense Marcos, buscando reabilitar-se; Winnetou e Pedro Hermogenes, o sempre perigoso Winnetou contra a supresa PHM; Arlindo e Murillo, um ainda expoente do futmesa contra um tradicional adversário e finalmente Jhonata contra o Multi campeão Augusto.

Ulisses não deu espaço para Paulo da equipe Vermes e passou para as quartas enfrentando Augusto, no que poderia ser a final do campeonato. Miguel passou por cima de Wellington com um sonoro 8 a 1 e enfrentou Arlindo, que trouxe mais surpresas ao derrotar o experiente Murillo.

Fabiano passou nos pênaltis por Hélio e enfretaria Winnetou que não deu chances para a zebra PHM. Marco Aurélio, grande surpresa do certame deixou Pedro Biondo para trás nos pênaltis e enfrentou nas quartas o estiloso Jonei.

O campeonato se afunilava e nas quartas de final em um grande jogo Ulisses superou o até então imbatível Augusto por 4 a 3. Miguel e sua marujada não deram chances para Arlindo, 6 a 3. Winnetou confirmou a grande fase e passou pelo perigoso Fabiano, 5 a 2. Jonei não deu chance para a zebra continuar e passou, com dificuldades, por Marco Aurélio, em um apertado 2 a 1.

Narração ao vivo

A partir das semifinais os demais botonistas que já tinham retornado para casa puderam contar com a narração ao vivo dos locutores Augusto, Fabiano e Paulo Souza, que atualizavam com destreza o andamento das partidas.

Manoel Futmesa: Ulisses e Jonei, Miguel e Winnetou deram o toque final a mais um grande torneio realizado pela AMFM e em partidas emocionantes, Ulisses passou por Jonei com um estonteante 5 a 4 e Miguel e Winnetou foram para os penais. Com os nervos em dia, Winnetou suplantou Miguel e sua boiada.

Na decisão de terceiro lugar Miguel não foi páreo para o Jonei e seu tênis dourado, um 5 a 2 mostrou que Jonei continuará fazendo parte das finais nos torneios AMFM.

A partir das semifinais, a grande equipe Banca Forte tomou conta do torneio e não deu espaço para nenhuma outra, assumindo o controle da Copa Décourt.

A final, bem a final foi um acachapante 9 a 1, isso mesmo, 9 a 1. Foram tantos gols do Naça Pincha que os narradores não tinham tempo nem para respirar. O bravo Winnetou sofreu frente ao técnico Ulisses, que tal qual uma fênix, ressurgiu dos insucessos nas finais anteriores e não deu espaço para outro resultado.

A AMFM conta com o apoio do Governo do Estado do Amazonas, Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino, Edmilson Lanches e HC Transportes.


Publicidade
Publicidade