Publicidade
Esportes
Craque

Brasil estreia no Mundial de Handebol do Catar com derrota para os anfitriões do torneio

Time dirigido pelo técnico espanhol Jordi Ribera não conseguiu passar pela forte defesa do Catar, que investiu na naturalização de atletas de diversos países 15/01/2015 às 19:12
Show 1
Defensa do Catar se mostrou instranponível
acritica.com Manaus, AM

Jogo de estreia é sempre complicado. E, a primeira partida do Brasil no Mundial Masculino de Handebol, nesta quinta-feira (15), não fugiu à regra. Diante de uma equipe que jogou em casa, com a torcida à favor, e com uma excelente defesa, não deu para o time verde e amarelo terminar na frente.

O Qatar fechou o placar em 28 a 23 (15 a 12 no primeiro tempo) e conquistou os primeiros pontos na competição com sede em Doha e que teve início nesta quinta-feira (15). Para os brasileiros, não foi o início ideal, mas a equipe sabe que tem potencial para fazer muito melhor e conseguir cumprir o objetivo de passar para a próxima fase.

O Lusail Multipurpose Hall, com capacidade para 15 mil pessoas, já havia visto um show espetacular na abertura oficial do evento. A sequência foi um duelo acirrado, porém, com muitos erros dos brasileiros nos primeiros minutos, o que acabou sendo determinante para o restante da partida.

A equipe teve complicações em passar pela defesa do Qatar e não conseguia colocar a bola no gol. Depois de algumas trocas táticas, o técnico Jordi Ribera 'colocou ordem na casa' e a diferença começou a diminuir. Ainda assim, a defesa dos anfitriões seguia muito fechada, liderada pelo bloqueio do goleiro Danjel Saric.

No segundo tempo, o equilíbrio foi mantido, mas com os brasileiros ainda atrás no placar. Com vários ataques pela ponta, Fábio Chiuffa fez a diferença e terminou como artilheiro brasileiro com seis gols. O placar chegou a ficar apertado, mas o Qatar colocou mais pressão no final e garantiu o resultado.

Jordi lamentou o placar negativo, mas disse que os adversários conseguiram desequilibrar com a boa defesa. "O primeiro jogo é sempre difícil para os dois lados. Nossa equipe se preparou muito bem para esta partida, mas os primeiros dez minutos foram bem difíceis. Tivemos vários erros. Depois de 15 minutos o time jogou bem e conseguiu recuperar as bolas. Neste momento o goleiro Saric foi muito bem e dificultou nossa reação nos últimos minutos", analisou ao final do embate.

Para sábado, o técnico espanhol espera que o Brasil 'vire a página' e mostre ainda mais dentro de quadra. "Temos que nos recuperar e melhorar para o próximo jogo. A Espanha é um adversário muito difícil e precisamos de uma melhor performance para este confronto", acrescentou.

Time de astros

O Catar chegou a este Mundial sob o comando do também espanhol Valero Rivera, que levou a Espanha ao título na última edição em 2013. Na quadra, astros de Cuba, da Espanha, da França e de Montenegro, todos naturalizados catari.

No sábado (17), o Brasil volta à quadra para enfrentar talvez o adversário mais difícil do grupo, a Espanha, que faz sua primeira partida na competição. O encontro está marcado para as 12h (horário de Brasília), com transmissão dos canais SporTV, ESPN, SporTV Play.

Confira os jogos do Brasil

Quinta-feira (13h)
Qatar 28 x 23 Brasil

Sábado (15h)
12h - Brasil x Espanha

Segunda-feira (17h)
12h - Bielorrússia x Brasil

Quarta-feira (19h)
12h - Eslovênia x Brasil

Sexta-feira (21h)
12h - Brasil x Chile

Confira a tabela completa com o horário do Qatar em http://goo.gl/pxqBXM
 

Publicidade
Publicidade