Publicidade
Esportes
Craque

Brasil sofre ‘apagão’ e é eliminado do Mundial de Basquete

Desequilíbrio emocional fez o time brasileiro cair diante da Sérvia pelas quartas de final do torneio. O que resta aos gigantes brasileiros é a luta por uma medalha olímpica nos Jogos do Rio em 2016 10/09/2014 às 22:43
Show 1
Seleção Brasileira de Basquete perdeu para a Sérvia
Denir Simplício Manaus (AM)

Na luta de gigantes na tarde desta quarta-feira (10), no Palácio de Desportes de Madri, quem se deu melhor foi a equipe da Sérvia. Comandada pelo craque Milos Teodosic, os sérvios não deram chance de recuperação ao Brasil e venceram a partida pelo elástico placar de 84 a 56. A diferença de quase 30 pontos só refletiu a imagem de um time frio e preciso contra outra que pecou em momentos cruciais, permanecendo atrás no escore durante todo o jogo.

O sonho da geração de Nenê, Splitter e Leandrinho de conquistar um lugar no pódio do Mundial de Basquete parou nas cestas de Teodosic e na falta de concentração da equipe. O time comandado pelo treinador argentino Rubén Magnano não repetiu a atuação da primeira fase da competição, quando chegou a vencer a Sérvia por 81 a 73.

O primeiro quarto terminou com vantagem dos sérvios, com o placar de 37 a 32. A distância de cinco pontos parecia pequena, mas o Brasil voltou do vestiário ainda mais nervoso que antes. Com uma defesa sólida e um ataque fulminante que tirava a paciência dos brasileiros, a Sérvia só ampliava a diferença sobre os brasileiros.

Depois de uma falta cometida por Anderson Varejão, que recebeu muitas críticas pelo time verde-amarelo, Splitter e Marquinhos acabaram recebendo duas faltas técnicas. Foi o bastante pra acabar com qualquer equilíbrio emocional dos atletas brasileiros. Foram seis lances livres convertidos e a vantagem da Sérvia chegou a 22 pontos no final do terceiro quarto, num momento de total apagão do Brasil no jogo.

No último quarto da partida, já pensando em acabar com o pesadelo que se tornou o jogo, o Brasil apenas tentou diminuir o vexame. Em contrapartida, a Sérvia não relaxou o ritmo de jogo e seguia massacrando o quinteto brasileiro. No final da partida o placar confirmou o que foi todo o duelo: amplo domínio dos sérvios sobre o time verde-amarelo.

Com a derrotada, o Brasil só poderá alcançar a quinta ou sexta posição no Mundial, dependendo ainda do resultado da partida entre França e Espanha. Caso os espanhóis vençam o time de Magnano, ficarão com o quinto posto no torneio. O que resta à ótima geração do basquete masculino brasileiro é lutar por uma medalha nas Olimpíadas do Rio, em 2016.    


Publicidade
Publicidade