Publicidade
Esportes
JOGOS PARALÍMPICOS

Brasil busca medalha inédito diante da Ucrânia no vôlei sentado feminino

A amazonense Laiana Rodrigues busca inédita medalha do Brasil no vôlei sentado. A seleção já derrotou a Ucrânia, que foi bronze nos Jogos de Londres em 2012. 17/09/2016 às 08:45
Show selecao
Brasil já venceu a Ucrânia por 3 a 0 nos Jogos Paralímpicos 2016 (Foto: Divulgação)
Thaissa Cordeiro (Manaus-AM)

O penúltimo dia de competições dos Jogos Paralímpicos será de fortes emoções para a Seleção Brasileira de vôlei sentado feminino que busca medalha inédita no bronze . A amazonense Laiana Rodrigues estará em quadra no jogo contra a Ucrânia, que inicia às 14h30 (horário de Manaus). A jogadora terá a oportunidade de conquistar a primeira medalha olímpica da carreira.

 O Brasil iniciou a competição com uma vitória arrasadora diante do Canadá com parciais de 25/7, 25/12 e 25/14. O segundo jogo da seleção foi contra as adversárias deste sábado,as brasileiras venceram por 25/19, 25/20 e 25/14. Na fase de classificação, o Brasil derrotou a Holanda com parciais de 25/18, 25/15 e 25/21. Com os resultados, a seleção chegou a liderança do grupo A, com três vitórias. 

As brasileiras pararam diante das americanas na última quinta-feira (15) por 3 sets a 0. Fechando a competição, Estados Unidos e China fazem a final do vôlei feminino sentado. 


Trajetória 
Engana-se quem pensa que Laiana Rodrigues iniciou no esporte no vôlei sentado. A jogadora de 1,90 m sempre foi apaixonada por voleibol. 
Aos 18 anos, Laiana interrompeu a carreira na modalidade convencional por uma dengue hemorrágica, e em seguida, a Síndrome de Guillain-Barré, que a deixou sem movimento da perna direita. Na época, Laiana havia recido convites de grandes clubes do Brasil como Osasco (SP), Três Corações (MG) e Macaé (RJ). Atualmente com 34 anos, Laiana não desistiu de seu maior sonho: ser uma jogadora profissional.

Vôlei sentado
A jogadora conheceu a modalidade por meio do presidente da Associação Brasileira de Vôlei Sentado (ABVP). Na seleção, Laiana disputou o mundial da Holanda, o Parapan-Americano de 2015 em Toronto, Canadá. A amazonense conquistou a medalha de prata diante dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade