Publicidade
Esportes
Craque

Brasil vence o Japão por goleada

A seleção brasileira fez três a zero no time do Japão em Brasília 15/06/2013 às 18:02
Show 1
Jogadores comemoram o segundo gol da seleção brasileira contra o Japão
Leanderson Lima* Manaus (AM)

A Seleção Brasileira estreou com o pé direito na Copa das Confederações, contra o Japão, no estádio Mané Garrincha, em Brasília com direito a uma bela atuação de Neymar, que acabou com o jejum de nove jogos sem marcar; e teve ainda um gol do volante-artilheiro Paulinho. A Seleção encerrou os trabalhos com um gol de Jô nos acréscimo, deixando a torcida brasileira, enfim, satisfeita, pelo menos por enquanto... O próximo compromisso da Seleção será contra o México, na próxima quarta-feira, em Fortaleza.

 Primeiro tempo

A Seleção Brasileira começou o primeiro tempo com o pé direito. O pé de Neymar que em três minutos de jogo recebeu uma bola que Fred dominou no peito. O craque, agora do Barcelona, chutou de primeira no ângulo do goleiro Eiji Kawashi, que nem conseguiu aparecer na foto. A torcida do Brasil no estádio Mané Garrincha foi ao delírio.

O gol logo nos três primeiros minutos de jogo tinha tudo para colocar o Brasil na “velocidade 5”, mas os jogadores de Felipão continuaram mantendo o ritmo.

A Seleção dominava as ações e mantinha a posse de bola em busca de uma boa chance de finalizar. Os japoneses também subiam ao ataque. Shinji Kagawa chegou a fazer fila na defesa brasileira dando um passe açucarado para Keisuke Honda, que desperdiçou.

Honda ainda levaria perigo à defesa brasileira. Aos 18 minutos ele chutou de fora da área. Julio Cesar bateu roupa, mas, para a sorte da defesa brasileira, não havia nenhum jogador do Japão para aproveitar o lance.

Neymar foi um dos grandes destaques no primeiro tempo. Correu, criou, deu chapéu, se movimentou pela direita, pela esquerda, foi um pouco daquele Neymar que a torcida brasileira se acostumou a ver. Ele ainda quase devolveu o presente que recebeu de Fred, mas o goleirão do Japão estava atento.

Chance real de gol teve Hulk que, aos 40 minutos. Ele mandou um balaço que pegou pelo lado de fora da rede de Kawashima. Aos 45 minutos Makoto Hasebe fez falta em Neymar e levou cartão amarelo.

Etapa complementar

O segundo tempo começou exatamente como o primeiro. Gol logo nos primeiros minutos. Dani Alves fez uma bela jogada pela direita, cruzou para Paulinho que recebeu e fez de virada. O goleiro ainda tocou na bola, mas não teve jeito.

O Japão voltou a levar perigo à defesa brasileira. Kiyotake atravessou a área e tocou para Okazaki, que finalizou para fora.

O técnico do time japonês Alberto Zaccheroni resolveu mexer no time. Tirou Hiroshi Kiyotake para a entrada de Ryoichi Maeda, que logo tentou mostrar serviço mandando um belo chute para a defesa de Julio Cesar.

Os 25 minutos novo perigo japonês. Cobrança de falta e no bate-rebate da defesa, Maeda chuta forte para a defesa segura de Julio Cesar.

Aos 28 minutos Felipão resolveu atender ao pedido da torcida, sacou Neymar para entrada de Lucas. O moicano saiu ovacionado.  Logo em seguida Hulk saiu para dar lugar a Hernanes. Nesta altura dos acontecimentos o jogo havia virado um amistoso de luxo.

O Japão ainda tentou substituindo Yasuhito Endo por Hajime Hosogai, depois Honda ainda saiu para a entrada de Takashi. Não adiantou nada.

Se as substituições do técnico do Japão não surtiram efeito o mesmo não se pode dizer de Felipão. Ele sacou Fred para a entrada de Jô, que, aos 48 minutos botou o último prego no caixão do Japão.

Oscar fez uma bela jogada e achou o atacante, que vinha por trás do defensor japonês. Comprovando a grande fase, Jô apenas deu um toquinho para as redes. Fim de jogo. Torcida com sorriso de orelha a orelha.

Ficha técnica

BRASIL 3 X 0 JAPÃO

Local: Mané Garrincha, Brasília (DF)
Data e hora: 15/6/13, às 16h
Árbitro: Pedro Proença (POR)
Auxiliares: José Trigo (POR) e Bertino Miranda (POR)
Cartões amarelos: Hasebe (JAP)
Cartões vermelhos: -
Gols: Neymar, aos 3'/1ºT; Paulinho, aos 3'/2ºT; Jô, aos 48'/2ºT

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Hulk (Hernanes - 29'/2ºT), Oscar e Neymar (Lucas - 28'/2ºT); Fred (Jô - 35'/2ºT). Técnico: Felipão.

JAPÃO: Kawashima, Uchida, Konno, Yoshida, Nagatomo; Endo (Hosogai - 33'/2ºT), Hasebe; Honda (Inui - 43'/2ºT), Kagawa, Kiyotake (Maeda - 5'/2ºT); Okazaki. Técnico: A. Zaccheroni.

*Enviado especial a Brasília

 

 

Publicidade
Publicidade