Domingo, 16 de Junho de 2019
No pódio

Brasileiras conquistam bronze por equipes no tênis de mesa paralímpico

É a terceira medalha brasileira na modalidade no Rio 2016. Bruna Alexandre, Danielle Rauen e Jennyfer Parinos venceram a equipe da Austrália e consolidaram a campanha histórica



jiuh.JPG Bruna, Jennyfer e Danielle no pódio. Bandeira brasileira hasteada pela terceira vez na histórica campanha do tênis de mesa paralímpico. (Foto: Francisco Medeiros/ME)
17/09/2016 às 16:02

As paratletas Bruna Alexandre Costa, Daniellen Rauen e Jennyfer Parinos Marques garantiram a terceira medalha do Brasil no tênis de mesa nos Jogos Paralímpicos do Rio, ao vencerem as australianas Andrea McDonnell e Melissa Tapper na disputa do bronze por equipes. Elas disputaram a categoria Classe 6 a 10, para atletas com limitação física que jogam de pé.

Na competição por equipes, as paratletas disputam uma série melhor de três partidas. O primeiro jogo, de duplas, começou equilibrado e, por pouco, o Brasil perdeu o primeiro set. No entanto, Bruna e Daniellen reagiram e conseguiram vencer por 3 sets a 2, com parciais de 11 a 13, 11 a 9, 11 a 4, 11 a 13 e 11 a 2.

No jogo seguinte, Bruna Costa superou a australiana Danielle Rauen por 3 sets a 0, com parciais de 11 a 7, 11 a 9 e 11 a 8. O resultado do segundo jogo garantiu o bronze, o 24º do Brasil na Paralimpíada.

Essa foi a segunda medalha de Bruna, que havia garantido, na terça-feira (13), o bronze na categoria classe 10, ao derrotar a dinamarquesa Sophie Walloe por 3 sets a 0. Na segunda-feira (12), o paratleta Israel Pereira havia ficado com a prata no individual masculino categoria classe 7, depois de ser derrotado pelo inglês John Bayley.

Na tarde deste sábado, o Brasil volta à quadra com Iranildo Conceição, Guilherme Marcião da Costa e Aloisio Lima, que disputam a Eslováquia o bronze da categoria classe 1 a 2, para atletas com deficiência física que jogam em cadeiras de rodas.

Até agora, o Brasil tinha apenas uma medalha, de prata, no tênis de mesa paralímpico, conquistada nos Jogos de Pequim, em 2008. A modalidade é uma das mais tradicionais dos Jogos Paralímpicos, tendo figurado em todas as edições. As regras são as mesmas do tênis de mesa olímpico.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.