Publicidade
Esportes
PELADÃO

Caça Barca União e Fé vence torneio paralelo de rainhas e volta ao Peladão

Após sair perdendo, o time virou o jogo para cima do Jacaré F.C e conseguiu o passaporte de volta às oitavas de final do maior campeonato de peladas do mundo 23/01/2019 às 09:24
Show  asl4450 45d7088a b915 4f8b 8041 e13e1d92a72a
Após sair perdendo, o time do Caça Barca voltou com tudo na segunda etapa e virou o jogo para delírio da torcida presente do campo do Cean. (Foto: Antônio Lima)
Valter Cardoso Manaus (AM)

A decisão do paralelo de rainhas do Peladão entre Caça Barca União e Fé e Jacaré F.C movimentou o Campo do Cean na noite de ontem, terça-feira (22). Com direito a uma partida emocionante, o Caça Barca venceu de virada, por 3 a 1 e retorna ao maior campeonato de peladas do mundo, já nas oitavas de final.

O time que havia sido eliminado pelo Náutico retorna à disputa por conta da sua rainha, Janaína Casemiro e agora mira longe. “Estamos determinados a ser campeões. Não estamos na competição para participar, viemos para ganhar. Claro, respeitando todos os adversários que saíram e que estão pela frente, mas nosso intuito é ser campeão do Peladão”, garantiu, emocionado, Ivo Prata, técnico e presidente do Caça Barca.

O jogo

Desde o primeiro minuto o jogo já mostrava que seria intenso. O Caça Barca assustou logo na primeira bola levantada na área, mas com apenas dois minutos o Jacaré conseguiu abrir o placar. Em cobrança de pênalti de Lelê, o time do Bairro da União ganhou a liderança do placar e esquentou ainda mais o clima dentro de campo.

A disputa era tão grande que o primeiro cartão amarelo surgiu antes mesmo dos cinco minutos. A partir daí, as faltas começaram a marcar presença em campo e as bolas paradas se tornaram a principal arma das duas equipes. Ainda assim, a primeira etapa teve poucos lances de perigo.

No segundo tempo, o cenário se inverteu. Quem balançou as redes logo no início foi o Caça Barca, com Nathan, que também aproveitou cobrança de pênalti para marcar. 

Com o placar empatado em 1 a 1, a emoção entrou em campo e o jogo ficou alucinante, com chances claras dos dois lados. Na trocação franca, o Caça Barca encontrou o caminho do gol pelo alto, aos 22 com o zagueirão Alex, virou o jogo.

No último lance da partida, Espeto ainda aproveitou que o Jacaré havia se lançado ao ataque para dar números finais à partida, que acabou logo no lance seguinte, com o placar de 3 a 1.

Publicidade
Publicidade