Publicidade
Esportes
Em tom de despedida

Calleri confirma que deve deixar o São Paulo após as Olimpíadas

O argentino deve deixar o clube após a disputa das Olimpíadas e Alan Kardec deve herdar a vaga no ataque tricolor 14/07/2016 às 12:53
Show calleriboy
Na partida contra o Atlético Nacional, Calleri marcou aquele que pode ser seu último gol com a camisa do São Paulo(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
acritica.com Manaus (AM)

Um dos principais jogadores do São Paulo no primeiro semestre, está de saída do Tricolor Paulista. Após o presidente do clube, Leco, adiantar sobre a possível saída de Calleri logo após a partida contra o Atlético Nacional, na noite de quarta-feira (13), o próprio jogador disse no desembarque no aeroporto de Guarulhos se apresentará à seleção argentina para as Olimpíadas e que após a competição, ainda não sabe qual será o seu futuro.

“Sim, foi minha última partida. Estou falando com a diretoria para ver se posso jogar contra o Corinthians. Tenho que me apresentar à Argentina para os jogos olímpicos e acho que por isso não dará tempo. Falei com a diretoria, me ofereci para jogar domingo, porque é um clássico, é lindo para jogar. Mas acho que foi minha última partida sim”, declarou.

Apresentado em janeiro deste ano, o argentino atuou com a camisa do São Paulo em 31 jogos e marcou 16 gols. O jogador de 22 anos disse que o principal legado que deixou no clube foi a persistência e o espírito de superação da equipe.

“Com gana, com atitude, tratar de disputar toda bola como se fosse a ultima. Em saber que tudo se pode. Se pode virar qualquer resultado. Se pode ganhar qualquer partida, seja qual seja o rival. Acredito que esse grupo provou que um grupo unido por superar tudo”, explicou.

Com a saída de Calleri, Alan Kardec deve herdar a vaga no ataque tricolor.

“Eu estou bem, com a cabeça boa. Quero dar sequência. Claro que fiz alguns gols que ajudaram diretamente em algumas vitórias, mas não quero parar por aí. Quero provar dentro de campo que posso ser o titular e que eu posso ajudar sempre o São Paulo”, disse.

Publicidade
Publicidade