Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019
MIRANDO ALTO

Vencedores dos Jogos Escolares do Amazonas agora miram outras competições

Os principais destaques dos Jogos Escolares deste ano ressaltam a emoção de terem conquistado vitórias pessoais, e miram mais longe, os Jogos Escolares da Juventude



La_Salle.jpg Equipe de natação do La Salle foi destaque. Stephany Rodrigues conquistou 7 medalhas de ouro nos Jogos. (Foto: Aida Fernandes/Seduc)
05/08/2017 às 13:54

A 40ª edição dos Jogos Escolares do Amazonas (Jea’s), que aconteceu entre os dias 20 a 29 de julho, proporcionou dias de muito esforço, adrenalina, vitórias e, também, derrotas, aos mais de 7 mil estudantes-atletas de todo o Amazonas. O Centro Educacional La Salle sagrou-se o grande campeão dos Jogos, com 257,1 pontos somados, e entre os atletas, nomes promissores querem fazer bonito também na etapa nacional, os Jogos Escolares da Juventude.

Recorde de medalhas



E não é para menos que o La Salle foi o campeão do Jea’s, já que somente a nadadora lassalista, Stephany Rodrigues, 17, conquistou sete medalhas douradas, sendo quatro em provas individuais (50 e 100m borboleta e 100 e 200m livre) e três, nos revezamentos, tornando-se a maior medalhista desta edição dos Jogos. “Eu fiquei feliz porque era uma competição que eu sabia que seria difícil, pelo fato de eu estar treinando forte para a Copa Pacífico (em que ela representará a Seleção brasileira). Quando saiu o balizamento, vi que daria para vencer todas as provas, porém, fui focada do mesmo jeito”, revela Stephany.

Agora, a nadadora também está pensando nos Jogos da Juventude, que acontecem em Curitiba, no mês de novembro. “Ano passado fiquei em terceiro lugar nos 100m borboleta. Este ano, espero estar nadando melhor para tentar melhorar minha posição no pódio”, disse ela.

Além do sucesso da nadadora, o coordenador de esportes e artes do La Salle comenta sobre outros ótimos resultados do colégio nos Jogos. “Tivemos um resultado inédito, ganhamos o futebol masculino infantil, logo este ano, em que a final foi na Arena da Amazônia. O nosso campo é 7 society, e nós competimos num campo grande, então foi uma certa surpresa a vitória, mas também tivemos excelentes resultados no vôlei e no basquete, em que das quatro categorias de cada modalidade, vencemos três, e ficamos com a prata em uma. Também tivemos muitas medalhas na natação e no judô, no tênis de mesa e no xadrez”, disse Claudomir Vasconcelos, coordenador do setor de esportes e artes do La salle.

Badminton

No badminton, algumas escolas até tentaram, mas o IV CMPM, 2ª melhor escola nos Jea’s, levou a melhor em todas, no infantil e juvenil, masculino e feminino.  A escola domina os pódios da modalidade nos Jogos desde 2013, graças à professora Nilma Menezes, que conheceu e investiu no esporte e, hoje, possui uma equipe competitiva com cerca de 20 atletas.

“Foi difícil, mas com dedicação alcançamos nossos objetivos. A nossa equipe é a mais forte, então, as outras tentam fazer tudo para nos derrubar, mas deu tudo certo, nós ganhamos. E agora tenho o objetivo de conquistar uma medalha nos Jogos da Juventude”, disse Estefanny Costa, vencedora da categoria juvenil.

Equipe de bedminton do IV Cmpm foi campeã em todas as categorias em disputa na modalidade. (Fotos: Antônio Lima/Sejel)

A vencedora do infantil, Elayne Martins, falou sobre a pressão de fazer parte da equipe mais forte no badminton. “Já era esperado que eu chegasse à final com minha colega de equipe, e eu acabei vencendo por conhecer os pontos fracos dela, mas ficamos inseguras por termos essa pressão na equipe, de ter que ganhar”, revela ela.

No masculino, Bruno Renan foi o campeão. Ele está entusiasmado com a viagem para os Jogos da Juventude. “Só depois é que caiu a ficha que eu vou viajar para Curitiba, muito legal. Meu objetivo agora vai ser treinar cada vez mais para conquistar um ótimo resultado lá”, disse Bruno Renan.

E quem já tem experiência nos Jogos nacionais é Vítor Vinicius, vencedor do juvenil masculino. Ele trocou o futsal pelo bedminton, e deu certo. Tão certo que, no ano passado, ele foi o campeão dos Jogos da Juventude na nova modalidade, e quer repetir o feito este ano. “Vou com tudo para vencer de novo, mas não vai ser fácil porque eu subi de categoria, e sei que terá muita gente forte”, disse Vítor, que também compete campeonatos norte-nordeste e brasileiros da modalidade.

Futsal

O IV Cmpm também se destacou no futsal infantil feminino. Comandadas pelo professor Reinaldo Thompson, elas são as atuais campeãs dos Jogos da Juventude 2016. “Vamos treinar os 45 dias que faltam para os Jogos da Juventude, incluindo os finais de semana, para que lá nós possamos jogar de igual para igual, porque nós estamos na primeira divisão, então não tem jeito, temos que treinar”, destaca Thompson.

Na equipe vitoriosa do IV Cmpm há uma atleta que chama a atenção por ter sido a única a ganhar duas medalhas de ouro em duas modalidades diferentes nos Jogos da Juventude. Ela é Layane Pereira, 14, e foi a campeã nacional tanto no futsal, quanto na luta olímpica. Ela também venceu os Jea’s, e quer repetir o feito nos Jogos da Juventude deste ano. Mas, para isso, tem que conciliar os treinos nas duas modalidades. “A luta olímpica treino quatro vezes por semana, e o futsal, duas vezes, porque, como eu sou goleira, não é tão difícil como na luta, em que preciso me dedicar mais, mas concilio os dois e, se Deus quiser, vou ser campeã brasileira pelos dois”, disse Layane.

Reinaldo Thompson também trabalha no Centro Educacional Recanto da criança, onde conquistou diversos títulos com suas equipes, da mesma forma. “Nós temos o tricampeonato brasileiro escolar pelo Recanto e, este ano, nós ganhamos o infantil, com o Cmpm, e o juvenil, com o Recanto da criança. Esses resultados foram alcançados porque somos apaixonados pelo que fazemos”, ressalta ele.

Mais destaques

Na ginástica, Eirielly Bastos (15), Mikaele Cristal (15), Diana Sampaio (12) e Yasmim Teles (13), do Instituto Batista Ida Nelson, destacaram-se na ginástica artística. Yasmim foi segunda colocada geral infantil, Diana quarta; Mikaele foi campeã e Eirielly a segunda colocada no juvenil.

No vôlei de praia, a dupla Lucas dos Santos e Arthur Andrade, vinda da E.E. Prof. Maria Isabel, de Boa Vista do Ramos, foi o grande destaque, alcançando o primeiro lugar nos Jea’s. O técnico Odenilson Rocha disse que o sucesso da escola do interior nos Jogos se deve ao investimento feito através do projeto Volêi futuro. “Virou referência na cidade, é uma escolinha, e noto que quando há pessoas qualificadas e condições apropriadas, o esporte evolui”, ressalta.

No atletismo, Renata Araújo, venceu o salto triplo e o salto em distância, e é promessa para os Jogos da Juventude. “Fiquei muito satisfeita, melhorei minha marca pessoal no salto em distância, e fiz uma marca razoável no triplo. Nos Jogos da Juventude, espero conseguir uma medalha no triplo, e minha preparação será focada nisso”, disse a atleta do III Cmpm.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.