Publicidade
Esportes
Craque

Campeonato Amazonense: Após 18 anos de luta, Princesa do Solimões vence a Taça Amazonas

Além de ganhar a taça, o clube garante uma das vagas do Estado na Copa do Brasil em 2014. Título veio após anos de espera e de forma merecida 01/04/2013 às 11:51
Show 1
Jogadores se unem a torcedores para festejar a vitória
AUGUSTO COSTA ---

O Princesa do Solimões precisou superar adversários mais fortes como Nacional e Penarol, decidir a vaga da semifinal e final em partidas realizadas na casa do adversário, e até a desconfiança de sua própria torcida que chegou a pedir a saída do técnico Marquinhos, durante a primeira fase do Estadual. Mas depois de 18 anos pôde soltar o grito de campeão preso na garganta com a conquista do título do primeiro turno do Campeonato Amazonense Chevrolet 2013, que garantiu a inédita vaga para a Copa do Brasil no ano que vem para delírio dos seus torcedores que invadiram a cidade de Manaquiri (a 54 quilômetros de Manaus) para apoiar a equipe do Tubarão. 

Por isso, nem mesmo a derrota por 4 a 3 para o Fast Clube, que foi valente até o fim e virou a partida depois de estar perdendo por 3 a 1, no sábado no estádio Valdomiro Gusmão, o Valdizão, em Manaquiri , tirou o brilho da conquista do Tubarão da “terra da ciranda”, que como havia vencido o primeiro jogo da final por 2 a 0, poderia perder até por um gol de diferença para conquistar o título.

Jogão

A decisão começou num ritmo alucinante, apesar do forte calor. Como precisava da vitória por três gols de diferença pra ficar com o título, o Fast foi pra cima do adversário desde o início com um esquema bem ofensivo. Logo aos quatro minutos, Michel cobrou escanteio a defesa do Princesa ficou olhando, a bola sobrou para o zagueiro Tiago Brandão que fez 1 a 0 para o Rolo Compressor. Mas o Princesa não se abateu e foi em busca do empate que aconteceu aos 13 minutos com o volante Rondinely, cobrando uma falta no ângulo superior esquerdo do goleiro fastiano Rascifran, O Fast sentiu o gol de empate e o Princesa dominou a partida. Nando de cabeça fez o gol da virada da equipe de Manacapuru, que ainda marcaria o terceiro gol com Edinho Cautama que tocou na saída do goleiro fazendo 3 a 1, definindo placar do primeiro tempo.

Mas quanto parecia que o Princesa do Solimões venceria fácil por goleada em pleno Valdizão, o Fast voltou com um esquema tático mais ofensivo pressionava o adversário que passou a jogar em contra-ataques explorando a velocidade de Vinicius e Edinho Canutama.

Logo aos seis minutos, falta para o Rolo Compressor. Michel cobrou cruzado na área e a o atacante Júnior Bahia subiu mais que a defesa adversária e diminuiu o placar para 3 a 2.  O gol deu moral para o Fast que chegou ao empate aos 28 minutos com Júnior escorando de cabeça cruzamento na área de Janailton para delírio dos torcedores fastianos que passaram a acreditar na virada. A partir dai, a partida ficou franca com o Fast atacando deseperadamente em busca dos dois gols de vantagem que levariam a partida para a disputa de penalidades máximas. O Princesa se limitava a explorar os contra-ataques, perdendo oportunidades de ampliar a vantagem. Quando a torcida de Manacapuru já soltava o grito de campeão, nos acréscimos, o atacante Cacau fez o gol da virada fastiana para 4 a 3, mas o árbitro Antônio Carlos Pequeno Frutuoso encerrou a partida sem dar tempo do Fast chegar ao gol que levaria a decisão para a cobrança de penalidades máximas.  

Bicho gordo

Ao final da partida o diretor de futebol do Princesa do Solimões, Rafael Maddy, confirmou o pagamento de um “bicho” de R$ 40 mil e anunciou que o Princesa pretende montar um time forte para a Copa do Brasil 2014. “Os jogadores merecem pela conquista do título do primeiro turno e vão receber uma gratificação. Também vamos montar um time muito competitivo para honrar o Amazonas na disputa da Copa do Brasil do ano que vem. A diretoria já está avaliando a contratação de reforços”, disse o cartola do campeão do primeiro turno.  

Publicidade
Publicidade