Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
Craque

Campeonato Amazonense: Nacional vence Penarol após verdadeiro show de bola

Leão da Vila faz três gols no Penarol - com direito a um golaço de Charles - e fica próximo da final do segundo turno



1.gif Jogadores do Nacional comemoram vitória esplêndida
02/05/2013 às 08:59

O Nacional deu um passo gigante em direção à final do segundo turno do Estadual (Taça Cidade de Manaus). A vitória convincente sobre o Penarol, por 3 a 0, no Clube do Trabalhador (Sesi), nesta quarta-feira (01), com direito a gol de bicicleta do atacante Charles, deu a impressão que o time sob comando de Aderbal Lana se encontrou na hora certa no certame.

O Leão da Vila teve um desempenho digno das cobranças e esculachos do inquieto Lana, que não deixou a peteca cair à beira do campo. Para reverter o placar o representante de Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus) terá que vencer por 4 a 0. Qualquer resultado com três gols de vantagem para o Penarol leva a definição para a cobranças de penalidades. O jogo de volta entre Penarol x Nacional será no domingo, 15h, no Floro de Mendonça.

 “Agora eu tenho uma formação ideal. Mas esse placar (3 a 0) não define nada. Isso é jogo de 180 minutos. Lá (em Itacoatiara) vai ser uma tensão só”, prevê Aderbal Lana.

Com golaço de Charles, Nacional goleia o Penarol e dá passo gigantesco rumo a final do segundo turno (Fotos: Juca Queiroz)

Foi um jogo bastante movimentado em campo, muito em parte pelo árbitro Éber Roberto Lopes (SC), que deixou a bola rolar, apenas chamando a atenção dos atletas nos lances mais violentos.  Danilo Rios abriu o placar em favor do Nacional aos 16 minutos no primeiro tempo cobrando falta. O goleiro Lauro falhou. Sem marcar gols a cinco partidas, Charles desencantou e fez dois, ambos no segundo tempo, o primeiro chutando de fora da área e o segundo emendando um cruzamento com uma bela bicicleta. “Eu estava sem ritmo de jogo. Mas hoje aproveitei as oportunidades. Espero dar continuidade aos gols”.

Lana e Motta em festa

Satisfeita com o desempenho do time em campo, a diretoria do Nacional comemorou. Aderbal Lana foi “relaxar” com os amigos na quadra da escola de samba  Vitória Régia, na Praça 14, Zona Centro-Sul. O diretor de futebol Gilson Motta festejou o resultado no próprio estádio Roberto Simonsen. “Naça é Naça e o resto é fumaça”, comentava com alegria o dirigente. Após o jogo de vota pelas semifinais do Estadual, as atenções do Leão da Vila Municipal se voltam para a Copa do Brasil, enfrentando o Coritiba (PR), no próprio Sesi, dia 15 de maio. 

Penarol tenta juntar os cacos

No Penarol, a cabeça baixa dos jogadores ao sinal do apito de final de Héber Roberto Lopes era o sinal de que o time não teve uma boa atuação. Aliás, para o técnico Francisco Grana foi um dos piores desempenhos da equipe na competição. “Jogamos muito aberto no miolo da zaga e trouxemos o adversário para o nosso campo. Além disso, houve falhas em todos os gols que sofremos. Agora ficou complicado para nós revertermos essa vantagem. Mas não é impossível. Assim, como o Nacional teve uma atuação inspirada aqui hoje (nesta quarta-feira-01), nós podemos nos superar jogando em casa diante da torcida. Tudo é possível”, analisa o treinador.

Artilheiro da competição, com 12 gols, Robemar, o Robgol, teve atuação tão apagada quanto ruim, nem conseguindo se livrar da marcação para receber a bola. O meio de campo do Leão da Velha Serpa também não funcionou, nem com Igor Cearense, que foi substituído por Danilo, nem com o experiente Neto, que não foi eficiente na ligação das jogadas com o setor ofensivo. “Deixamos a desejar neste primeiro jogo. Isso é fato. Vamos jogar para ganhar na partida de volta em casa, só não sei por qual o placar. É nossa obrigação vencer”, diz Grana.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.