Publicidade
Esportes
"Caso Victor Ramos"

CBF faz denúncia no MP contra Inter por falsificação de documentos

A entidade enviou ao STJD ofício de denúncia contra o time gaúcho no qual afirma que e-mails vazados foram adulterados 09/12/2016 às 16:38 - Atualizado em 09/12/2016 às 17:22
Show victor ramos
Após ser arquivado, "caso Victor Ramos" volta às manchetes com denúncia contra o Inter (Foto: reprodução)
acritica.com Manaus (AM)

Antes mesmo de iniciar a útima rodada do Brasileirão 2016 - a mesma que pode decretar o rabaixamento dp Internacional à Série B - o clima é tenso fora de campo. Nesta sexta-feira a CBF enviou denúncia ao Ministério Público do Rio de Janeiro contra o Colorado por falsidade de documentação.

A representação da entidade se dá por conta dos emails que vazaram na semana passada e que foram publicados no jornal O Estado de S.Paulo, cujo a CBF afirma terem sido alterados.

O Internacional já se movimentou contra a denúncia da CBF por meio de seu diretor jurídido Giovani Gazen. "O Inter tem um jurídico altamente cuidadoso, temos provas angariadas no Uruguai, México, Espanha, na Fifa, mas a grande maioria no Brasil. Os autos poderão ser examinados. É uma certeza jurídico-documental", comentou o dirigente à Rádio Gre-Nal.

Em seu site oficial, a CBF publicou comunicado sobre a denúncia ao time gaúcho que ocupa a 17ª posição no campeonato. O Inter joga a última rodada do Brasileiro no domingo (11), contra o Fluminense, no Maracanã, precisando vencer e ainda contar com outros resultados para permanecer na Série A da competição.

Confirma a nota da CBF: 

"Tendo em vista a matéria veiculada pela imprensa relacionada ao registro do atleta Victor Ramos, do Esporte Clube Vitória, a Confederação Brasileira de Futebol esclarece que arguiu hoje, no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a falsidade de e-mails atribuídos ao Sr. Reynaldo Buzzoni, Diretor de Registro e Transferência da entidade.

Tal documentação, apresentada e juntada aos autos do processo pelo Sport Club Internacional, teve sua autenticidade impugnada por ser desprovida de fé, conforme procedimento hoje protocolado no STJD (ver anexo)."

Publicidade
Publicidade