Publicidade
Esportes
Craque

Cerca de mil e trezentos atletas participaram da corrida do 9º BPM em Manacapuru

O evento teve apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), arbitragem da Federação Desportiva de Atletismo do Estado do Amazonas (Fedaeam)  16/06/2013 às 14:32
Show 1
O nome do evento foi uma homenagem da Polícia Militar (PM) a um policial ferido durante a prática da profissão
Bruna Souza Manaus, AM

Aproximadamente mil e trezentos atletas participaram da Corrida Aleandro Gonçalves de Noronha, organizado pelo 9º Batalhão da Polícia Militar (PM), neste domingo (16) no município de Manacapuru (localizado a 84 quilômetros de Manaus). A prova foi dividida em dois percursos, um de 5 quilômetros e outro de 10 quilômetros com saída marcada para 7h30.

O evento teve apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), arbitragem da Federação Desportiva de Atletismo do Estado do Amazonas (Fedaeam) e coordenação técnica da Endurance Sports Consulting.

Entre os vencedores da competição estão as do percurso de 5 Km feminino. Márcia Magalhães chegou em primeiro lugar com o tempo de 18 minutos e 57 segundos, Juliana Gusmão em segundo lugar e em terceiro Maressa Espírito Santo. No mesmo percurso masculino, o primeiro lugar ficou com José Maria Arruda com o tempo de 14 minutos e 57 segundos, o segundo lugar com Dionísio Cosme Cardoso e o terceiro com Jackson Costa Mendes.


Os vencedores no percurso de 10 Km masculinos foram: Ciranilde Santos com o tempo de 39 minutos e 38 segundos,o segundo lugar com Irene Aranha, seguido de Letícia Damasceno. Na prova masculina o vencedor foi Jean de Souza Pereira com o tempo de 31 minutos e 43 segundos, seguido de João Rosenir Gaia e Eliésio da Costa como terceiro lugar.

Os cadeirantes e deficientes visuais também participaram da corrida no percurso de 10 km e concorreram as premiações de R$ 300 (campeão), R$ 200 (vice-campeão) e R$ 100 (terceiro colocado), além de medalhas personalizadas.

O nome do evento foi uma homenagem da Polícia Militar (PM) a um policial ferido durante a prática da profissão. Aleandro Gonçalves de Noronha, que ficou paraplégico após ser atingido por tiros, esteve presente na corrida e acompanhou a solenidade de premiação.

Veja imagens aqui

Publicidade
Publicidade