Publicidade
Esportes
Craque

Cerco se fechando: Suíça aprova extradição de mais um dos presos por corrupção na Fifa

Justiça do país europeu aprovou a extradição de Eduardo Li, ex-chefão da Federação de Futebol da Costa Rica. O ex-dirigente, ao lado de José Marín, da CBF, é um dos sete trancafiados em junho passado, em operação orquestrada pelo FBI   29/09/2015 às 11:04
Show 1
Justiça da Suíça aprovou extradição de Eduardo Li, da Costa Rica.
John Miller/Reuters Zurique (Suíça)

A Justiça Federal da Suíça aprovou nesta terça-feira (29) a extradição para os Estados Unidos de Eduardo Li, ex-presidente da Federação de Futebol da Costa Rica.

Li, cidadão da Costa Rica, foi preso em Zurique junto a outros seis autoridades da Fifa, incluindo o ex-presidente da CBF José Maria Marin, em 27 de junho, em uma operação em um hotel de luxo em Zurique.


Ele estava sob custódia pendendo extradição e agora tem 30 dias para recorrer da decisão suíça.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos emitiu um mandado de prisão em maio contra Li, acusando-o de receber subornos em ligação com a venda de direitos de marketing para os jogos eliminatórios da Copa do Mundo de 2018.


Publicidade
Publicidade