Publicidade
Esportes
Craque

Clima de 'decisão' na Colina entre Rio Negro e São Raimundo

Para os treinadores das equipes, o jogo é decisivo para o rumo dos times no Campeonato Amazonense 27/03/2015 às 21:28
Show 1
Clara avalia duelo contra o Rio Negro como jogo de vida ou morte
Camila Leonel Manaus (AM)

Se em um campeonato de pontos corridos cada jogo é uma decisão, pode-se dizer que para São Raimundo e Rio Negro, o duelo da tarde deste sábado (28) segue essa máxima. As duas equipes entram em campo, às 16h, no estádio da Colina, Zona Oeste de Manaus, em busca de estabilizar suas situações no Barezão.

Há três jogos sem vencer o Tufão da Colina quer voltar a pontuar. Dos nove pontos que disputou, só faturou um deixando a equipe no meio tabela. O técnico Eduardo Clara fala em “jogo de via ou morte” pela necessidade de voltar a pontuar.

“É vida ou morte. É um jogo decisivo, independente de ser o Rio Negro, ou qualquer adversário que fosse porque nós temos que pontuar. A gente está tratando como um jogo decisivo. O campeonato está embolado, então se a gente consegue os pontos, vamos a 10 e a gente já entra naquele pelotão que está lutando pela terceira e quarta vaga”, disse.

Com Thomas recuperado de lesão, o treinador poderá ter um reforço no meio do campo, setor que sofreu no jogo contra o Fast. “Eu fiquei três jogos fora e, se Deus quiser, vamos ganhar porque a semana foi muito boa e quando a semana é boa, consequentemente, vem a vitória. Treinador arrumou um esquema tático fechadinho e é só a gente obedecer e fazer isso no jogo”.

Outro ponto que anima Clara é que durante essa semana, o time conseguiu treinar durante a semana e pôde corrigir as falhas apresentadas no últimos jogos. Contra o Rio Negro, a aposta é o posicionamento certo para obter vantagem.

“A gente está tentando corrigir isso, com um bom posicionamento da equipe. Não faremos marcação especial porque a gente não trabalha assim. Nessa semana deu tudo certo, conseguimos treinar. No jogo da semana passada foram muitos fatores extra-campo”, explicou.

A principal diferença na equipe do Tufão será no gol. Julião, com dores no joelho esquerdo não joga. Leandro assumirá as luvas e se diz confiante. “Eu venho trabalhando nos treinos para executar o meu trabalho. Estou treinando para que a gente não venha tomar gol porque se eu não tomar gol e a gente não conseguir ganhar, pelo menos o empate está garantido”, afirmou.

Outro desfalque no Tufão é a ausência do Alex Amaro. Para o lugar dele, Fernando Jr dará apoio à zaga. 

Tufão “mapeado” pelo Galo

O Rio Negro já achou o caminho da vitória e agora tenta ajustar os detalhes para engrenar no Estadual. Durante a semana, o treinador Roberley Assis, focou na troca de passes e na transição do time do ataque para a defesa. Além disso, o treinador estudou as principais peças do Tufão para anulá-las, mas apesar do estudo, Roberley garante que não existe jogo fácil.

“O São Raimundo é uma equipe que eu vi jogar bastante vezes. Eu assisti a vários jogos e vai ser um jogo difícil. A gente vai analisar certinho os jogadores que a gente vai fazer uma marcação especial para a gente poder neutralizar o ponto ofensivo deles para poder sair com essa vitória. Eles têm uns laterais muito bons e a gente vai fazer um treinamento para tentar neutralizar o ponto forte deles e tentar botar o nosso ritmo de jogo que são os nossos meninos para poder sair com essa vitória”, disse.

Ficha Técnica

 São Raimundo: Leandro, Getúlio, Fernando Jr, Uílton, Vamberto,Adonias, Carlos, Diego, Tomas, Ramon, Claílson. Tec. Eduardo Clara

Rio Negro: Filho (Daniel), Marcelo, Rondinelli, Raul, Mateus Iton, Juan, Serginho, Thiago, Bruno, Ronan, Lucas Peteca. Tec Roberley Assis

Estádio: Ismael Benigno  Horário: 16h  Árbitro:  Ozeias de Souza Cardoso


Publicidade
Publicidade