Publicidade
Esportes
JUNIORES

Clipper abre 2 a 0, mas Rio Negro consegue empate na abertura do Barezinho 2017

Campeonato Amazonense de Juniores começou com dois gols de Alex, do Clipper, mas Lucas Espiga e Patrick empataram para o Galo da Praça da Saudade 27/05/2017 às 17:05 - Atualizado em 27/05/2017 às 17:12
Show ea7672d7 3c53 4033 bd18 048f734454e7
Foto: Euzivaldo Queiroz
Camila Leonel Manaus (AM)

Rio Negro e Clipper empataram em 2 a 2 na tarde deste sábado (27), em Manaus, na estreia do Campeonato Amazonense de Juniores, o Barezinho, realizado no Centro de Treinamento Barbosa Filho, na Zona Leste de Manaus. O Clipper abriu o placar em 2 a 0 com dois gols de Alex, mas o Galo buscou o empate com Lucas Espiga e Patrick.

As duas equipes voltam a jogar no próximo sábado (3). O Rio Negro contra o Tarumã, às 15h, e o Clipper contra o Princesa às 16h. Os locais dos jogos ainda não foram definidos.

A partida

O Clipper entrou em campo com um 4-1-4-1 que prometia não dar espaço para o Rio Negro, mas mesmo assim o Galo da Praça da Saudade encontrava brechas para fazer suas jogadas. A solução eram as bolas longas que vinham do campo de defesa. Com um minuto de jogo, Caique recebeu uma bola e até entrou na área, mas a zaga cortou. Dois minutos depois foi a vez de Patrick receber lançamento, ele colocou na frente e partiu sozinho, mas chutou na trave.

Mesmo com os ataques constantes do Rio Negro, o time do Clipper manteve o posicionamento. Enquanto isso, o Rio Negro desperdiçava gol.

O Clipper por sua vez não chegou tanto ao ataque, mas quando chegou de fato foi fatal. Aos 37 minutos, Alex aproveitou um rebote do goleiro Robério para abrir o placar. Aos 41 minutos, após contra ataque, o camisa 9, Alex, marcou mais um, após jogada de velocidade pelo lado esquerdo. Ele entrou na área e chutou rasteiro no cantinho do goleiro.

Com os dois tentos, o Rio Negro pareceu acordar e passou a pressionar. Foram três escanteios seguidos. No primeiro, o goleiro Gustavo mandou para fora, no segundo a zaga cortou. Na terceira oportunidade, Lucas Espiga chutou para diminuir para os barrigas pretas.

Na segunda etapa, o Clipper voltou com maior posse de bola. Compactado em seu campo de defesa, o time tocava a bola, mas sem criar muitas chances efetivas de gol.

Apesar do time aurinegro ter mais a posse de bola, quem marcou gol foi o Rio Negro aos 11 minutos. Patrick aproveitou uma saída errada do goleiro Gustavo e chutou para deixar tudo igual.

O Rio Negro quase vira a partida aos 42 minutos quando o arqueiro do Clipper saiu errado e deixou a bola de graça para Leandro, porém o camisa 10 do Galo não aproveitou a chance.

Publicidade
Publicidade