Publicidade
Esportes
Craque

Com bom retrospecto contra o Paysandu, artilheiro do Nacional quer marcar na Curuzu

Wanderley, que tem três gols pelo Naça na temporada, ainda não marcou na Copa Verde; Nacional enfrenta o Papão neste sábado (7), às 17h30, em Belém 04/03/2015 às 17:40
Show 1
Wanderley acredita que time deve se fechar mas não pode "ficar só atrás"
Felipe de Paula Manaus (AM)

Artilheiro do Campeonato Amazonense com três gols (ao lado de Jonas Pica-pau, do Operário), o atacante do Nacional, Wanderley, ainda não marcou na Copa Verde. Mas se depender de seu retrospecto contra o Paysandu, próximo adversário do Naça na competição, o jogador e seu time irão brilhar na noite deste sábado (7), na Curuzu, em Belém.

Em 2011, pelo América de Natal-RN, o atacante marcou um dos gols que garantiram o acesso do time potiguar sobre o Papão à Série B do Brasileiro. Pelo ABC, em 2013, ele não marcou, mas esteve em campo no acachapante 3 a 0 contra o time de Belém. Apesar de se dizer confiante, Wanderley acredita, no entanto, que cada jogo tem sua própria história.

“Todo jogo tem um história difrente. Eles jogam no campo deles, vão procurar atacar. Acredito que temos uma equipe experiente, que vai procurar aguentar a pressão”, diz o jogador, que se preocupa apenas em o time não se defender excessivamente. “Se ficar só atrás a chance de perder é maior”, disse ele, que admitiu "vontade de marcar" na Curuzu. "A gente trabalha pra isso", justificou.

O jogo, marcado para as 17h30 deste sábado (7), é válido pela segunda fase (quartas-de-final) da Copa Verde, competição que dá acesso à Copa Sul-Americana. O Nacional venceu na estreia do torneio o Vilhena, por 1 a 0, em Porto Velho, e empatou a partida de volta, na Arena da Amazônia, em 1 a 1, garantindo a classificação.

Publicidade
Publicidade