Domingo, 01 de Agosto de 2021
FUTEBOL

Com dois a menos, Manaus bate Clipper e mantém 100% no Barezão

Com gol de Vanilson no começo do segundo tempo, o Gavião do Norte chegou aos seis pontos, enquanto que o Clipper perde na sua estreia



160569417_10225571937549813_3917159605335739689_o_3FA7BFFF-4262-4D0B-899C-DF7257A83BA6.jpg Foto: Gilson Melo
12/03/2021 às 19:21

Foi com muito esforço que o Manaus venceu o Clipper por 1 a 0, na tarde desta sexta-feira (12), no estádio Ismael Benigno (Colina). A partida valida pela segunda rodada do Barezão foi decidida com gol do centroavante Vanilson, logo no primeiro minuto da segunda etapa, após grande assistência de Luis Fernando.

Com o resultado, o Gavião do Norte chega aos seis pontos e volta à segunda posição. Na próxima rodada, a equipe irá reeditar o confronto que decidiu a final do Barezão 2020, ao visitar o Penarol, no próximo dia 22 de março (segunda-feira), às 15h, no estádio Floro de Mendonça.

Já a Águia Dourada tentará os primeiros pontos na tabela de classificação, quando jogará contra o JC FC, no próximo dia 20 (sábado), às 16h, na Arena da Amazônia.

Primeiro tempo

O desenrolar da partida começou com as duas equipes caprichando no acúmulo de faltas no meio-campo. Sendo ‘azarão’ no confronto, o Clipper propôs duas linhas de quatro bem posicionadas, deixando os atacantes Caíque e o Heltinho como válvulas de escape para descer ao ataque. A primeira grande oportunidade da partida aconteceu aos 7 minutos. Douglas Lima cruzou em cobrança de escanteio pelo lado direito, Vanilson testou sem marcação, mas a bola saiu por cima do gol de Darlan.

Neutralizando o centro do campo, a Águia do Parque 10 parava as jogadas de ataque do Gavião com faltas que, entrando na pilha do adversário, também revidava com a mesma intensidade. O resultado disso foram 4 cartões amarelos para cada lado na primeira etapa do jogo.

Mas antes do árbitro Halbert Luis apitar o fim do primeiro tempo, ainda deu tempo do Manaus quase abrir o placar aos 37. Erivelton, em cobrança de escanteio, - desta vez pelo lado esquerdo -, colocou na medida para Gabriel Davis, que dentro da área, acabou pegando mal e mandou por cima do gol.

Segundo tempo

Logo no primeiro lance da etapa complementar, Luis Fernando acerta lindo lançamento por cima da defesa adversária. Vanilson aproveita na velocidade, chuta cruzado e abre o placar na Colina. Com isso, a equipe do técnico Alberone foi obrigada a tentar sair mais ao ataque para buscar o empate.

Aos 7, acontece a primeira finalização do Clipper na direção do gol. Rafael Borges arriscou de fora da área, mas o goleiro Rafael, bem posicionado, consegue encaixar sem dificuldades.

Na sequência, Caíque rola para o meio, Thiago Bigo puxa para a perna boa, mas na hora de finalizar, acabou pegando mal e mandando a bola pra fora. O Manaus voltou a assustar aos 19, quando Douglas Lima tentou surpreender Darlan com uma finalização em cobrança de falta em longa distância, mas o goleiro - com a inusitada camisa 67 - estava bem colocado para mandar o perigo pra escanteio.

Na metade final do segundo tempo foi quando o Manaus passou a se complicar na partida. Depois de falta em Heltinho, Diego Rosa recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida. 5 minutos depois, foi a vez de Gabriel Davis receber vermelho direto, após entrada em Thiago Bigo e deixar o Gavião com dois jogadores a menos. Mesmo assim, o Clipper não soube aproveitar a superioridade numérica e se limitou a abusar de bolas alçadas na área.

Já o Manaus, quando tinha a bola, tratou de valorizar cada minuto. Mesmo quando o árbitro deu seis minutos de acréscimo - e depois mais dois -, o Gavião continuou sendo mais eficiente na proposta do que a equipe do Clipper, que não conseguiu evitar a derrota na estreia.

Ficha Técnica: Manaus FC 1 x 0 Clipper

Local: Colina

Data: 12 de março de 2021, sexta-feira

Horário: 16h

Árbitro: Halbert Luis Moraes Bahia

Gols: Vanilson (1', 2°T)

Cartões amarelos: Luis Fernando, Gabriel Davis, Diego Rosa (2x) e Ibiapino; Pedro Paulo, Dedimar e Cristiano Natal

Manaus: Rafael; Edvan (Guilherme Amorim), Luis Fernando, Spice e Douglas Lima; Vinicius Barba, Gabriel Davis e Diego Rosa; Philip (Ibiapino), Erivelton e Vanilson (Márcio Passos)
Técnico: Luizinho Lopes

Clipper: Darlan; Pedro Paulo (Cristiano Natal), Dedimar, Diogo Jurandir e Matheus Iton; Rafael Borges, Helsinho (Terlison) e Raphinha (Charles); Caíque, Eltinho e Thiago Bigo
Técnico: Alberone



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.