Domingo, 23 de Fevereiro de 2020
CLUBE DO AM

Com folha salarial atrasada, diretoria do Manaus FC vende rifas em semáforos

A diretoria tomou uma medida desesperada para pagar os funcionários do clube. A meta é chegar no valor de R$ 50 mil até o próximo domingo (9)



manaus_fc_fc_fc_BE9D4AAA-4B03-4B94-A44A-E694CFA0853A.JPG Foto: Reprodução/Instragram
06/06/2019 às 10:26

O presidente do Manaus FC, Giovanni Silva, e o presidente de honra, Luis Mitoso, realizaram na tarde dessa quarta-feira (5), uma campanha de vendas de rifas em semáforos na Zona Centro-Sul de Manaus. Com folha salarial do mês de maio atrasada e contabilizada em 160 mil, a diretoria do clube tomou a medida "desesperada" para pagar os funcionários do clube da capital.

As rifas têm o valor unitário de R$ 10 e está oferecendo vários prêmios, sendo uma Smart TVs, de 40 e 32 polegadas e um ar-condicionado split. Os outros sete produtos ainda não foram divulgados.



"Como todo mundo sabe a folha (de pagamento) do mês passado está atrasada e vai vencer essa outra folha, do dia 10 de julho. A gente não sabe até quando vamos suportar toda essa pressão. No meio do desespero, a gente teve que fazer algo para arrecadar dinheiro. Se Deus quiser, vamos alcançar este objetivo, levantar o salário e pagar todo mundo", disse o Giovanni Silva, presidente do Gavião do Norte.

Em grande momento na temporada, o time esmeraldino além de encontra-se 18 jogos sem perder, conquistando a maior invencibilidade do Brasil, também é o líder do grupo A2, da série D, do Campeonato Brasileiro. No entanto, o fator financeiro aos poucos vai refletindo no grupo, pois a equipe perdeu seu camisa 10, Rossini, devido a falta de pagamento. 

"Isso é muito lamentável, porque a gente assiste o Manaus jogando e falamos: cara que bacana, que bonito assistir este time de hoje. Não querendo menosprezar a equipe que tínhamos ano passado, mas montamos e ficamos com a base, além de contratar outros jogadores. Temos um profundo entendimento que esse time deste ano tem tudo para ascender à série C, e infelizmente a falta de recursos, nos deixa muito tristes", disse Giovanni.

O presidente do clube também explicou as metas que devem ser alcançadas até o sorteio, que será realizado no último confronto da fase de grupos, na tarde deste domingo (9), no estádio Ismael Benigno, conhecido como Colina.

"Fizemos dois lotes de 2.500 cifras, que vai chegar ao total de R$ 25 mil, mas nós temos as despesas com os prêmios que vão de R$ 6 mil a R$ 9 mil. Fizemos também outro lote de 2.500 rifas, não sabemos se vamos conseguir vender. Mas no total esperamos conseguir os R$ 50 mil até o dia do jogo", disse Giovanni.

Os pontos de vendas físicas da rifas podem ser encontrados na sede do clube, localizado na rua 5 de fevereiro, no bairro Betânia, na Zona Sul de Manaus; além da loja Aline Calçados, no bairro Educados; Boutique Torcedor na Cachoeirinha; e Lojas Baré do Manauara Shopping. Mais informações podem ser solicitadas por meio do telefone da diretoria do clube:  (92) 99228-4600.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.