Sábado, 24 de Julho de 2021
UM A UM

Com gol de Flamel no segundo tempo, Fast empata contra o São Raimundo-RR 

Mundão abriu o placar no primeiro tempo com gol de Eric. Em lance incomum, Flamel empatou de pênalti 



e588a37c-82e2-4d51-85a0-3b98ebc3694b_60BCBD66-008A-4C5B-8A14-06EFA729C1BE.jpg Foto: Hélio Garcias/BV Esportes
12/06/2021 às 19:44

Em jogo quente no estádio Canarinho, em Boa Vista, São Raimundo-RR e Fast ficaram no 1 a 1, em partida válida pela segunda rodada do Grupo A1 do Brasileirão - Série D. Os gols da partida foram marcados por Eric - que abriu o placar para o Mundão na primeira etapa - e Flamel, de pênalti, para o Tricolor. 

Com o resultado, o alviceleste dorme na liderança da chave com quatro pontos conquistados. Já o Fast se mantém na quarta posição, com apenas dois pontos. As equipes agora se preparam para a próxima rodada. O Mundão vai ao Pará, onde enfrentará o Castanhal, enquanto o Rolo Compressor receberá o Penarol-AM, domingo (19), na Colina. 



Começo de jogo intenso 

Bastou o apito inicial para que o Mundão mostrasse a que veio. Implementando um ritmo intenso, a equipe da casa não deixou que o Tricolor de Aço respirasse, tocando na bola somente aos 3 minutos. Aos poucos os times iam se equivalendo em campo, contudo, o ritmo de jogo continuava forte para ambos os lados. 

Com a partida corrida, as equipes produziram um 'perde-ganha' concentrado no meio de campo. A primeira chance de gol veio somente aos 11 minutos. Tavinho recebeu bom passe pelo lado esquerdo de ataque, finalizando com perigo. 

Mundão sai na frente 

Embora a partida estivesse corrida, as equipes tiveram enormes dificuldades no setor de criação. O jogo ficou burocrático e truncando, com fortes divididas e clima quente entre jogadores, dando a tônica da etapa inicial. 

Sem que o Fast levasse perigo ao gol de André Regly, somente o São Raimundo-RR arriscava. Aos 27 minutos, mais uma vez Tavinho recebeu passe, avançou na intermediária e arriscou um chute de fora da área. A bola assumiu um efeito inesperado, obrigando o goleiro Iago Salles a fazer boa defesa. Mas na sequência da jogada, o goleiro tricolor nada pôde fazer. 

Em cruzamento vindo do lado direito do ataque alviceleste, a bola ficou viva na área e, após 'bate-rebate', Eric empurrou a bola meio desajeitado para o fundo do gol, abrindo o placar em Boa Vista. 

Após a parada técnica, o Mundão desacelerou o jogo. Enquanto o Fast tentava progredir no jogo, de forma muito sagaz, o Pássaro Azul trocava passes, desestimulando o ímpeto da equipe tricolor. Tanto que o Rolo Compressor só ficializou a gol no minuto 37, após Flamel cobrando escanteio e Paulo acertar um belo voleio, assustando o arqueiro alviceleste. 

Segunda etapa 

No segundo tempo, o Fast veio decidido a mudar o roteiro que lhe foi imposto na etapa anterior. Com mais volume de jogo e maior posse de bola, o Rolo Compressor esbarrava nas linhas de defesa do Mundão. Sem sucesso no ataque, o Tricolor de Aço viu o São Raimundo chegar perto do segundo gol. 

Aos 5 minutos do tempo complementar, Tavinho - dessa vez - serviu Eric, que invadiu a área e bateu cruzado, tirando tinta da trave. O ataque parecia ter afetado o Tricolor de Aço, que se retraiu em campo e passou a apostar em um estilo de jogo mais reativo. 

Conseguindo equilibrar o jogo e com mais posse de bola, o Rolo Compressor, enfim, começou a criar jogadas. Aos 13 minutos a primeira boa chance. Wendel - que entrou no intervalo no lugar de Val Paraíba - fez bela jogada individual e chutou forte, rasteiro, obrigando o goleiro André Regly a fazer boa intervenção. 

Mais solto e confiante em campo, o Fast passou a 'espetar' o adversário. Aos 17 minutos, após escanteio cobrado por Rossini, o zagueiro Felipe subiu mais que a defesa e cabeceou com perigo para o gol. 

A blitz tricolor continuou. Aos 20, Wendel deu belo cruzamento e, mais uma vez, o zagueiro Felipe finalizou com perigo. E aos 25 minutos, Rossini fez boa jogada individual e cruzou na medida para Wendel, mas o atacante bateu desequilibrado e isolou a bola. 

Duas vezes na marca da cal 

Aos 33 minutos, o lance que selou o placar do jogo. Wendel foi lançado pelo lado direito de ataque. O atacante do Fast iinvadiu a área e foi derrubado pelo goleiro. Em cima do lance, o árbitro assinalou o pênalti e amarelou o arqueiro alviceleste. O meia Flamel assumiu a responsabilidade da batida e, com paradinha e tudo, parou nas mãos de Regly, que ainda defendeu o rebote. 

Enquanto Flamel lamentava a chance perdida, a defesa do Mundão bateu cabeça e, na hora de afastar a bola, cometeu outra falta dentro da área, com o juíz assinalando mais uma vez pênalti a favor do Fast. 

Dessa vez, Flamel não desperdiçou a cobrança. No mesmo estilo da primeira batida, o jogador deslocou o goleiro, igualando o marcador, com a partida seguindo empatada até o apito final. 

Clima quente no estádio Canarinho 

A sequência de jogadas aflorou os ânimos de dirigentes na arquibancada. O policiamento do local precisou intervir, retirando dois membros da diretoria do Fast, que protestavam de forma incisiva. A polícia ainda retirou um membro da diretoria do São Raimundo, pelo mesmo motivo.

João Felipe

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.