Terça-feira, 25 de Junho de 2019
APÓS ELIMINAÇÃO

Com indefinições, diretoria do Fast Clube deve acertar detalhes da Copa Verde

Rolo Compressor vive momento delicado após ter sido eliminado mais uma vez na fase de grupos do Campeonato Brasileiro da série D



Plantel_Fast_Clube_FAA165F6-9C83-491F-BC9D-0331AC5E4BAF.jpg Foto: Arquivo AC
11/06/2019 às 13:32

Com a derrota fora de casa frente ao São Raimundo-RR, no último domingo, o Fast acumulou mais uma eliminação no Brasileirão da Série D. Tristeza e lamentação à parte, é hora de juntar as peças e tentar remontar o Rolo Compressor para a disputa da última competição do Tricolor na temporada: a Copa Verde. 

Como vice-campeão amazonense de 2019, o Fast tem garantida umas das vagas para a disputa do torneio, que tem previsão de iniciar no final de julho. Visando a competição, que dá ao campeão uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2020, a diretoria do Tricolor se reúne nesta quinta-feira (13), para definir o planejamento para a competição interestadual. Entre as dúvidas, está a permanência do técnico Aderbal Lana.  

“A gente vai ter uma reunião essa semana pra decidir sobre a Copa Verde. Quinta-feira (13) à noite, vamos definir se o professor Lana vai continuar na equipe. Vamos vê quais os jogadores vão continuar no clube, porque a gente tem que vê a situação dos jogadores que estavam emprestados pelo Nacional”, explicou Denis Albuquerque, presidente do Fast Clube.

Artilheiro do Tricolor de Aço na disputa do Brasileirão da Série D, com três gols, o atacante Ronan foi um dos atletas que saiu valorizado da competição. Sondado por  outros clubes, o jogador, de 21 anos, também é dúvida na equipe tricolor para a disputa da Copa Verde.

“Ainda está em aberto (acordo). Conversei com a diretoria, a gente ainda não chegou em um acerto. Estou verificando alguns clubes, não tenho propostas diretas, mas tem aparecido algo pra mim, mas tudo em aberto ainda. Estou  tranquilo, fiz uma excelente temporada e agora é esperar o que vai aparecer de bom, se for no Fast ou em outro clube”, disse o jogador fastiano.

Retrospecto Negativo

Nesta temporada, o Tricolor fez sua segunda participação no Brasileirão da Série D. Assim como em 2017, o time amazonense, mais uma vez, amargou eliminação precoce ainda na fase de grupos. 

Naquela ocasião, o Tricolor também fez campanha irregular na  fase inicial, onde terminou como terceiro colocado em sua chave. Em seis jogos,  somou sete pontos, sendo  uma vitória, quatro empates e uma derrota. 

Receba Novidades

* campo obrigatório
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.