Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

Com lesão no joelho, Wanderley deverá se operar na próxima semana

Principal jogador do Nacional, artilheiro vai ficar de cinco a seis meses parado por conta da lesão no ligamento do joelho esquerdo


15/04/2015 às 14:10

O semblante de tristeza era notório no rosto do atacante Wanderley, na manhã desta quarta-feira (15), no CT Barbosa Filho, na Zona Leste de Manaus. Também não era para menos, já que o jogador vai ficar afastado por cinco a seis meses devido a uma lesão no ligamento do joelho esquerdo, na última segunda-feira no treino do clube.

Em tratamento para fortificar o músculo, antes da operação prevista para a próxima semana, o atacante não escondeu a desaprovação com a interrupção da boa fase no clube.

“Quando se está numa fase legal, você vem jogando e as coisas vem acontecendo é gostoso, e de repente ter que lidar com uma situação que você não queria é dolorido, chato e triste”, lamentou o jogador que passou a manhã na fisioterapia, e liderava a artilharia do estadual com sete gols.

“Conversei com a diretoria e vou esperar essa semana, até porque preciso fortalecer o joelho que ainda está um pouco inchado e isso dificulta operar de imediato. Acredito que no começo da próxima semana devo está operando”, afirmou.

Agora é virar torcedor

Enquanto o time realizava o último treino, antes da viagem para Salvador, onde o Leão enfrenta o Bahia pela partida de volta da Copa do Brasil, nesta quinta-feira (16), às 18h (de Manaus), na Arena Fonte Nova, Wanderley seguia focado no tratamento de fisioterapia, mas afirmou que vai torcer para que a equipe tenha um bom resultado não só no jogo, mas na temporada.

“A Série D é o meu objetivo, mas primeiro é ter uma grande recuperação e voltar a jogar esse ano no nível bom. O Nacional tem um elenco muito forte e vou ficar na oração para que os meninos façam uma temporada boa, assim como me apoiaram e vou ficar na torcida para que o Nacional vença”, destacou.

Lesão em cima de lesão

O jogador também evitou polemizar quanto à liberação do departamento médico para voltar aos treinamentos, já que o jogador sofreu a lesão no joelho machucado na partida de ida contra o Bahia no último dia 2 deste mês, no estádio da Colina. O jogador havia sido liberado para voltar aos treinos na ultima quinta-feira (15).

“Os médicos liberaram e eu tive que voltar, embora com dor, mas acredito que os médicos sabiam que estavam fazendo na hora. O primeiro exame que fiz não deu nada, embora tenha sido feito o ultrassom, mas acredito que a segunda lesão foi pelo fato de ter virado o corpo em cima do joelho, mas não sei se agravou o já estava, mas o importante foi ter feito os exames necessários que acusaram a lesão. Fico triste, é passado, e agora é focar na operação e recuperação para voltar o mais rápido possível”, concluiu.

A reportagem entrou em contato com a fisioterapeuta do clube pra comentar o caso, mas não teve as ligações atendidas.

publicidade
publicidade
TJD-AM nega impugnação e Manaus é mantido como campeão do returno
TJD-AM julga impugnação de partida que pode mudar rumos do Barezão
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.