Publicidade
Esportes
Craque

Com mais de um ano ‘parado’, enfim, Gilbertão é entregue

Estádio de Manacapuru foi um alçapão na conquista do título Estadual do Princesa em 2013. Desde lá o clube não mandou mais nenhum jogo dentro da própria casa 12/06/2015 às 22:26
Show 1
Estádio finalmente foi reinaugurado
Anderson Silva Manaus (AM)

O estádio Gilberto Mestrinho, o Gilbertão, em Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus), enfim, foi oficialmente entregue, na tarde desta sexta-feira (12). Depois de mais de um ano fechado para reformas e constantes atrasos, furtos de cabos da torre de iluminação e até mesmo falta de verba para pagar os funcionários, o estádio realizou uma partida de futebol. A princípio, a obra teria duração de três meses.

Na inauguração que contou com a presença do governador do Amazonas, José Melo, o time Junior do Princesa venceu o Operário por 2 a 0.

Com investimento na ordem de R$ 3,1 milhões, a entrega do Gilbertão não agradou alguns moradores de Manacapuru.

O torcedor do Princesa do Solimões, conhecido como Dinho da Tubarão do Norte, não aprovou o que viu. “Não gostei. Gostaria que tivesse o jogo aqui (finais do Campeonato Amazonense). Mas no meu ponto de vista não mudou muito”, disse o torcedor.

A mesma opinião foi compartilhada pela torcedor fanática do Princesa. “Muita demora pra pouca coisa. Um absurdo de caro. Com essa dinheirama tinha dado para fazer um camarote vip só pra mim”, ironizou a torcedora do Tubarão, Noemya Nogueira.

Nas redes sociais alguns torcedores ficaram surpresos com as poucas modificações no estádio, afirmando que foi um desrespeito a cidade de Manacapuru.

Com a reforma o estádio construído em 1986 passou a contar com iluminação do estádio da Colina, novos alambrados, reformas da cabine de imprensa, novo gramado, pintura e modificações no vestiário.

Publicidade
Publicidade