Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
FUTEBOL

Com muita tranquilidade, Iranduba goleia o Tarumã pelo Barezão Feminino

Hulk da Amazônia derrotou as Lobas do Norte pelo placar de 7 a 0, em partida realizada no estádio da Colina



WhatsApp_Image_2021-12-01_at_20.01.29_DFE5A066-FFB1-4726-AA38-FBB0345116D7.jpeg Foto: Deyvid Jhonatan
01/12/2021 às 20:12

Octacampeão amazonense, sétimo colocado no Ranking Nacional de Clubes da CBF e único clube do Estado a disputar uma Libertadores, ficando em terceiro lugar. Este é o Esporte Clube Iranduba da Amazônia, que na tarde desta quarta-feira (1), atropelou o Tarumã pelo placar de 7 a 0, no estádio da Colina. 

Com gols de Carlinha (duas vezes), Dalla Rosa, Nilda, Ana Paula, Amanda e Kamilly, o Hulk soma seus primeiros três pontos e se aproxima da zona de classificação às semifinais. Por outro lado, as Lobas do Norte seguem sem pontos.



“Uma boa vitória, onde não nos sentimos ameaçados na partida. Deu para a gente conhecer algumas meninas do elenco, dando confiança ao grupo e assimilando melhor o trabalho”, afirmou o técnico do Iranduba, João Carlos Cavalo, após o jogo.

Na próxima rodada, o clube alviverde enfrenta o JC, às 15h de domingo (5), no Carlos Zamith, em duelo que reúne os dois representantes amazonenses na 2ª divisão do futebol feminino nacional. Já o CDC Manicoré - com apenas um ponto após quatro jogos - folga na rodada e retorna somente na quarta-feira (8), para enfrentar o Tarumã, às 15h, na Colina.

Gols do jogo
Aos 17 minutos do primeiro tempo, Dalla Rosa cobrou falta em direção a grande área. Carlinha dominou a bola e, sem marcação, fez 1 a 0 Hulk. No minuto seguinte, foi a vez de Dalla Rosa balançar as redes, após receber assistência de Martinha.

Aos 36, Tauane arrancou com liberdade pelo lado direito e tocou para Carlinha. A zagueira do Tarumã tentou evitar o gol, mas ao afastar a bola que estava em cima da linha, acabou acertando a pelota na camisa 9 do Iranduba, fazendo 3 a 0.

Já no segundo tempo, a goleada foi se tornando mais elástica. Aos 6 minutos, Nilda recebeu lindo passe e avançou como quis até a grande área, tocando para o fundo da rede da goleira Deine.

Aos 18, foi a vez da zagueira Ana Paula marcar. A jogadora recebeu passe pelo meio e foi avançando com liberdade - em jogada semelhante ao quarto gol - até a área, tocando no canto direito da arqueira das Lobas.

Dois minutos depois, o sexto gol. Vitória cruzou pela direita e a bola chegou até Amanda, que dominou e tocou no canto esquerdo. Foi o último gol sofrido por Deine, já que aos 28 minutos, a arqueira precisou sair de ambulância após lesão. Sem reservas disponíveis, a camisa 4, Fernanda, assumiu a meta.

Aos 38, o Hulk deu números finais ao jogo. Em cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, Kamilly dominou na pequena área e fuzilou, sem qualquer chance de defesa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.