Domingo, 22 de Setembro de 2019
Craque

Com Nando e Marinelson no ataque, Princesa estreia no Estadual ante o Tufão

Na última quinta-feira, o técnico Marquinhos esteve em Manaus assistindo a partida em que o Tufão da Colina venceu o Rio Negro por 1 a 0 e disse que já sabe como neutralizar o perigoso adversário



1.jpg Elenco quer escrever nome do clube na história
28/02/2013 às 14:59

Com Nando e Marinelson motivados com a vaga de titular no ataque, o Princesa do Solimões estreia no domingo (24), às 15h30, contra o São Raimundo no Campeonato Amazonense Chevrolet 2013, em busca do sonho da conquista do título inédito de campeão do Estadual. Jogando em seus domínios, no estádio Gilberto Mestrinho (o Gilbertão), em Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus), o Tubarão está faminto para “abocanhar” sua primeira vítima na competição.

“O Renato Gladiador não se recuperou das dores musculares e por isso vou formar a dupla de ataque com o Marinelson. Estamos entrosados e prontos para começar bem a competição. Vou atuar infiltrado entre os zagueiros e o Marinelson vai jogar mais pelas laterais do campo com velocidade. Estamos prontos para ‘estraçalhar’ a zaga adversária”, promete Nando, o atacante do Tubarão. Ele pretende usar sua experiência para contribuir com o time interiorano na temporada.

Na última quinta-feira, o técnico Marquinhos esteve em Manaus assistindo a partida em que o Tufão da Colina venceu o Rio Negro por 1 a 0 e disse que já sabe como neutralizar o perigoso adversário.

“O São Raimundo é uma equipe bem preparada e aplicada taticamente na marcação. Como eles (Tufão) venceram o Rio Negro acredito que, jogando fora de casa, virão com um esquema mais cauteloso. Vamos dar seqüência ao nosso trabalho o que foi treinado durante a semana. Já conversei com os meus jogadores e passei a estratégia pra neutralizar o adversário. Aqui no Gilbertão temos que impor nosso ritmo e conquistar a primeira vitória na competição”, argumenta o otimista técnico do Tubarão.

Mas além do São Raimundo, o treinador do Princesa vai ter que derrotar mais um adversário: a ansiedade de estrear no comando do clube que o revelou. “Comecei nas categorias de base do Princesa e agora sou o treinador do time. È uma emoção e uma responsabilidade muito grande. Fizemos uma excelente pré-temporada e estamos prontos para este momento”, disse Marquinho, confiante que chegou a hora do Princesa.

União em Manacapuru Elenco quer escrever nome do clube na história Ney Mendes


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.