Publicidade
Esportes
Fla x Flu

Com objetivos diferentes, Fla x Flu se enfrentam no Brasileirão

Enquanto o Fla não perde há três jogos, o Flu venceu uma partida e perdeu duas 25/06/2016 às 15:58 - Atualizado em 26/06/2016 às 22:07
Show z  ricardo
Aos poucos Zé Ricardo vai ajustando o Flamengo e se consolidando à frente do Rubro-Negro (Foto: reprodução site do Flamengo)
Thaissa Cordeiro Manaus (AM)

Em busca da permanência no G-4, o Flamengo recebe o Fluminense, neste domingo (26) a partir das 15h (horário de Manaus), na Arena das Dunas, no Rio Grande do Norte, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Fla-Flu será um clássico de opostos, enquanto que o Flamengo vem de uma sequência de três jogos sem perder, sendo uma vitória, um empate e o último triunfo diante do Santa Cruz, deixando a equipe na parte de cima da tabela. Por sua vez, o Fluminense, venceu apenas uma partida, contra o Corinthians e amarga duas derrotas seguidas na competição, a última, um revés de 4 a 2 para o Santos.

A fase do Rubro-Negro é superior, o técnico interino, Zé Ricardo, terá a chance de provar que pode ser efetivado no comando do clube, agora, estreando em um clássico de peso. O comandante possui 62% de aproveitamento à frente da equipe. Já o técnico do tricolor, Levir Culpi soma 43,3 % de aproveitamento, mesmo estando a mais tempo no comando do Flu.

Reforços

O Flamengo contará com a volta de Paolo Guerrero, que jogou a Copa América Centenário, onde sofreu um desgaste e não foi para a partida contra o Santa Cruz, no Arruda. O principal nome do ataque do Flamengo marcou um gol na vitória do rubro-negro por 2 a 1, contra o Flu, no dia 21 de fevereiro.

“Se estiver bem, a gente pensa em usar o Guerrero. Vizeu foi muito bem no período, mas é um garoto. Espero contar com o Guerrero para o próximo jogo. Só vou saber se vamos mudar mais à frente”, avaliou Zé Ricardo sobre o desempenho de Felipe Vizeu.

No Fluminense a novidade da vez é o lateral-esquerdo, William Matheus, contratado por empréstimo junto ao Toulouse, da França. O jogador chegou a reclamar de dores no treino, mas nada que preocupe para a partida de estreia com a camisa do tricolor.

Torcedores na bronca

Com a conquista na edição de estreia da Primeira Liga, a torcida do Fluminense esperava que o time fosse engrenar no Brasileirão, impacientes com as irregularidades do clube, os torcedores picharam os muros da sede do Tricolor, nas Laranjeiras,  com os seguintes dizeres ‘Fora Gum’, ‘CT de 1ª, time de 2ª’ e ‘Cadê reforços?’. As críticas foram diretamente para a diretoria do Fluminense e também para o zagueiro, que não teve uma boa atuação na partida diante do Santos.

Publicidade
Publicidade