Publicidade
Esportes
RECOMEÇO

Com recorde de equipes, Amazonense de Handebol recomeça neste sábado (11)

Serão 28 equipes participantes do evento, sendo nove do interior. Estreia acontece neste dia 11, no Ginásio do Rio Negro Atlético Clube 09/08/2018 às 10:47
Show sem t tulo
acritica.com Manaus

A temporada do handebol no Amazonas está de volta e recomeça com o Campeonato Amazonense Adulto, que inicia neste sábado (11), com o Torneio Início - Troféu Marques Santos. Com 28 equipes, sendo nove do interior, recorde de todas as edições, o evento inicia às 16h, no Ginásio do Atlético Rio Negro Clube, no Centro. Às 18h, ocorre a cerimônia de abertura com a sequência dos jogos eliminatórios.

Organizada pela Liga de Handebol do Amazonas (Liham), este ano a entidade comemora o avanço da modalidade no Estado. Autazes, Careiro da Várzea, Careiro Castanho, Coari, Manaquiri e Novo Airão unem-se aos representantes de Itacoatiara, Iranduba e Manacapuru.

“Teremos o maior Campeonato dos 11 anos da Liham. Trabalhamos intensamente para ter o interior ainda mais presente no campeonato. O interior é forte. Não é à toa que temos o Penarol, de Itacoatiara, bicampeão Amazonense. Estamos no caminho certo para fortalecer o nosso esporte”, destacou o presidente da Liham, Auricélio Andrade.

O quantitativo de equipes aumenta somando as equipes das categorias infantil e juvenil. No total, serão 38 times da base, entre feminino e masculino, em quadra até o mês de dezembro. “Serão cinco meses de disputa. Sem dúvidas este será o maior campeonato da história. São muitas equipes. Na somatória geral são 66 equipes. É recorde. Isso mostra a que o handebol no Amazonas está sendo trabalhado da forma correta”, frisou.

Torneio Início

Ao todo, 18 jogos prometem esquentar o dia em mais de seis horas de disputas. “Serão grandes jogos. Não tenho dúvidas que cada partida será emocionante. É perde saí, mata-mata, em 10 minutos quem não vencer estará fora. Quem não for ao ginásio vai perder”, comentou Andrade, sem anunciar os favoritos para o a disputa.

“Em 2017 o campeão foi o extinto Adalberto Valle, no masculino. No feminino o Rio Negro foi o campeão. Para este torneio início os times masculinos estão muito equilibrados. Entre as mulheres, acredito que o Rio Negro esteja melhor preparado”, finalizou.

Publicidade
Publicidade