Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019
INTERIOR

Com show de lutas, Coari Champions 3 'eletriza' 30 mil pessoas no AM

O evento contou com a ilustre presença de um dos maiores nomes da história do UFC, Rodrigo Minotauro. Também teve uma disputa de cinturão. Confira os vencedores:



aagora_UFC_dois_CE6930B3-8C21-49A9-8923-E94BDCB6396E.JPG Foto: Winnetou Almeida
04/08/2019 às 09:01

O centro cultural do município de Coari ficou pequeno na madrugada deste domingo (4), para mais de 30 mil pessoas que foram prestigiar o Coari Champions 3.Uma das presenças marcantes do evento foi o ex-campeão e embaixador do Ultimate Fighting Championship (UFC), Rodrigo Minotauro, que veio pela primeira vez ao município e acompanhou de perto todos os combates.

"Um grande evento, acredito que um dos maiores do Norte. Tudo isso foi uma grande festa com pessoas importantes e como trabalho no UFC, além de ter vindo participar da festa da cidade, pude olhar muitos talentos do MMA", declarou Minotauro.

A noite de duelos contou com alguns destaques, como a vitória por nocaute técnico de Raylla Nascimento contra Thayse Menezes, aos 3 minutos e 36 segundos do primeiro round, na categoria peso palha.

Outro combate eletrizante foi marcado pela finalização, aos 3 minutos e 8 segundos do segundo round. O indígena macuxi Leandro Kacique calou a torcida do coariense Geanderson Monstrinho, mas mostrou grandeza ao agradecer a recepção do povo da terra do gás.

"Foi uma satisfação ter feito uma boa luta e ter dado um show para galera. Vim de tão longe, lá de Boa Vista(RR), e não lutei só com um oponente, mas com uma cidade toda. Agradeço por terem me recebido tão bem", expressou o lutador indígena.

Disputa de Cinturão

No card principal do evento de MMA teve desafio de cinturão, entre o filho de Coari Gilliarde Wolverine e o manauara Mauricio Almeida na categoria peso mosca. Sem as garras do herói dos quadrinhos, mas com muita força nos punhos calçados com luvas, Wolverine venceu por decisão unânime dos juízes e permaneceu com o cinturão.

"Foi uma luta muito dura, mas a gente treina e batalha de sol a sol pra chegar a vitória. E graças a Deus deu tudo certo e pude ficar com o cinturão", ressaltou Wolverine.

Luta mais rápida

Com 1 minuto e apenas 15 segundos do primeiro round, o Garoto prodígio de Coari, Hearle Martins, além de nocautear o adversário de Manacapuru Eulisom Blade na categoria peso médio, surpreendeu e anunciou o fim da sua jornada no MMA com cartel de duas lutas e duas vitórias.

"Fico muito feliz de ter hoje aqui o Minotauro vendo uma luta minha, porque sempre assistia ele antes na televisão. Mas como tenho minha vida de empresário, decidi que essa foi minha última luta", declarou Hearle.

Show do Capoeira

No embate mais aguardado da noite, após cinco anos sem lutar em casa, Herdeson Capoeira venceu por nocaute técnico o paraense Well Mutante na categoria meio médio. A luta foi até os 4 minutos e 4 segundos do primeiro round, e levou toda a multidão a loucura.

Capoeira além de agradecer o apoio e a festa de todo o povo coariense, também fez homenagem a um amigo que perdeu para a depressão.

"Foi muito bom lutar hoje aqui, conseguir vencer na minha cidade. Agradeço a todos que vieram aqui. Queria fazer uma homenagem ao meu amigo Matheus que tirou sua vida. Queria deixar uma mensagem de que depressão não é frescura, é a doença do século", concluiu Herdeson Capoeira.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.