Publicidade
Esportes
Craque

Com três jogos de campeonatos distintos em uma semana, Princesa cogita mudanças

Mesmo com nova maratona de jogos, técnico Zé Marco dá a entender que não pretende poupar jogadores e vai com tudo para cima do Remo, nesta segunda (5), pela Copa Verde 05/03/2015 às 21:28
Show 1
Zé Marco cogita até diminuir o ímpeto ofensivo da equipe
Felipe de Paula Manaus (AM)

Não está nada fácil a vida do Princesa do Solimões na temporada de 2015. Até o Gilbertão, tradicional estádio de Manacapuru, que se arrasta numa burocrática e aparentemente infindável reforma tocada pelo Governo do Estado, passou a ser um problema menor comparado ao desafio imposto pelo calendário do time nas próximas semanas.

Com jogo marcado contra o Remo, pela quartas-de-final da Copa Verde, na segunda-feira, às 20:30, na Colina, Zona Oeste de Manaus, o time terá outra exaustiva sequência de jogos (já teve três em uma sete dias) a partir do dia 14. E com um agravante: serão três competições diferentes desta vez. No dia 14, joga contra o Rio Negro em Manaus; no dia 18, enfrenta o Figueirense, também em Manaus, no jogo de estreia do Tubarão na Copa do Brasil; já no dia 21, finaliza a “maratona” na partida de volta contra o Remo, em Belém.

Embora “agraciado” com a mundança do jogo contra o Fast, que seria nesta terça-feira (com apenas um dia de intervalo para o jogo de ida contra o Remo), o time já está adaptando o planejamento à sequência de jogos e o técnico Zé Marco até considera fazer alterações no estilo de jogo do time, caracterizado pela agudeza na troca de bola e velocidade na ofensiva para o gol adversário.

“São duas competições de mata-mata (Copa do Brasil e Copa Verde). Se não tivemos condições de buscar o gol por noventa minutos, a gente também trabalha com possibilidade de esperar adversário um pouco”, declarou o treinador, que, por outro lado, não é parece afeito ao hábito de priorizar competições e diz que vai com força máxima para cima do Remo, nesta segunda. “Quando os jogadores se reapresentarem, veremos o material humano que temos para a outra semana”, disse.

Publicidade
Publicidade