Publicidade
Esportes
História

Comissão da ALE-AM quer trazer famosa exposição de artefatos esportivos

A Comissão de Esporte de Lazer (CEL) da Assembleia do Estado do Amazonas (ALE-AM) pleiteia realização da exposição “Esporte Movimento – tesouro do esporte: história em movimento” na cidade. 31/07/2016 às 10:06 - Atualizado em 31/07/2016 às 10:08
Show mostra
A mostra ‘Esporte Movimento’ está em exposição até o dia 25 de setembro no Rio de Janeiro, com entrada franca e patrocínio da Caixa com o Governo Federal / Fotos: Leonardo Mattos/Divulgação
Geizyara Brandão Manaus

A Comissão de Esporte de Lazer (CEL) da Assembleia do Estado do Amazonas (ALE-AM) pleiteia realização da exposição “Esporte Movimento – tesouro do esporte: história em movimento” na cidade de Manaus ainda este ano. São Paulo, Curitiba, Brasília, Fortaleza, Recife, Salvador e Rio de Janeiro foram as capitais que já receberam a mostra desde 2014 com o patrocínio da Caixa Cultural.

De acordo com o presidente da CEL, deputado Augusto Ferraz (DEM), a iniciativa se deu após conversa com o maior colecionador de objetos olímpicos Roberto Gesta de Melo em junho do ano passado. “Ficamos maravilhados com o histórico e riqueza da exposição”, afirmou.

A fim de disseminar o conhecimento da história do esporte, fortalecendo o interesse de pessoas, incluindo todas as faixas etárias, quanto à prática de atividades desportivas o requerimento foi feito pelo deputado. “A ideia era proporcionar ao amazonense a oportunidade de conhecer ainda mais sobre o espírito olímpico, sobre os valores do esporte, sobre a competição saudável e aproveitar que Manaus é sede dos jogos de futebol das olimpíadas”, explicou.

Buscando recursos financeiros para a concretização da mostra na capital amazonense, a comissão recorreu aos órgãos públicos para o custeio. Segundo Ferraz, o valor seria aproximadamente R$ 12 mi. “O governo falou que estava inviável devido a nossa economia que cada dia que se passa se perde mais recolhimento de impostos e não teria condições de viabilizar essa exposição para Manaus. Por isso fizemos outro requerimento para a Caixa Econômica e estamos aguardando a resposta”, disse o parlamentar.

A Assessoria de Comunicação da Caixa Econômica Federal ressaltou que a superintendência do banco já havia recebido o requerimento do deputado, porém necessitava de mais informações antes de enviar para a matriz, localizada em Brasília, para proporcionar o evento. A justificativa para a cautela é a situação econômica pela qual o Brasil atravessa, o banco teve problemas com verbas de patrocínio devido ao ‘orçamento enxuto’.

Independente de ser realizada durante os Jogos Olímpicos, a CEL assegura que o objetivo é trazer e incentivar o esporte. “Mostrar a história dos jogos olímpicos para todo o estado que é importante, o espírito do esporte é importante para que a gente possa desenvolver e descobrir mais talentos”, justificou o deputado estadual.

 Exposição

Atualmente, a mostra “Esporte Movimento - tesouros do esporte: história em movimento” está em exposição até o dia 25 de setembro no Rio de Janeiro, com entrada franca e patrocínio da Caixa com o Governo Federal. O colecionador amazonense, Roberto Gesta, disponibilizou um arsenal de 1.300 itens de mais de 70 mil artefatos esportivos para exibição.

Dentre os objetos que integram a coleção estão selos, moedas, troféus, tochas, fotografias, vídeos, medalhas originais e demais peças relacionadas à história do esporte mundial. Conta, ainda, com réplicas táteis de algumas peças expostas, com o intuito de promover a inclusão de pessoas com deficiência visual.

Caso ocorra em Manaus, estará alocada no Centro de Convenções Vasco Vasques, situado na Av. Constantino Nery, 5.001 - Flores.

Colecionador

Roberto Gesta de Melo é amazonense, residente em Manaus.  Representante da América do Sul no Conselho da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), é presidente da Confederação Sul-Americana de Atletismo (Consudatle) e da Associação Ibero-Americana de Atletismo (AIA). Dono do maior acervo particular de itens esportivos do mundo, atuou como presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), vice-presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e secretário de Esportes do Estado do Amazonas (SEJEL). 

Publicidade
Publicidade