Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

Comitê Rio 2016 realiza visita técnica à Arena da Amazônia

Membros do Comitê observam as estruturas da cidade para os jogos do Torneio de Futebol Olímpico


26/05/2015 às 23:30

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 realiza, desde a última segunda-feira (25), visita técnica a Manaus, uma das Cidades do Futebol das próximas Olimpíadas. Até esta quinta-feira (28), técnicos de diversas áreas funcionais observam a estrutura que a cidade oferece em relação ao local dos jogos, de treinos e de hospedagem.

A atenção dos técnicos concentra-se, principalmente, na Arena da Amazônia. Estão previstos para o estádio seis jogos do Torneio Olímpico de Futebol – quatro do masculino e dois do torneio feminino – que acontecerão em rodadas duplas, respectivamente nos dias 4, 7 e 9 de agosto do ano que vem.

Os técnicos observam a estrutura e o funcionamento das instalações da Arena da Amazônia e trocam experiência com os técnicos locais que atuaram durante a Copa do Mundo 2014. A ideia é verificar se o que ficou de legado atende às necessidades das Olimpíadas e o que deverá ser adaptado.

Entre as áreas que participam da inspeção estão Segurança, Arquitetura, Gestão de Instalações, Esporte, Tecnologia, Telecomunicações, Limpeza e Gestão de Resíduos, Alimentos e Bebidas e Ticketing. As atividades incluem visitas aos setores relacionados a cada área, testes de equipamentos, verificação de sistemas de áudio, de imagem, funcionamento das áreas relacionadas à imprensa, à alimentação, além da parte operacional de segurança, entre outras.

A programação de visita também inclui os estádios oferecidos para treinamento, entre eles o Ismael Benigno (Colina) e o Carlos Zamith (do Coroado), além do estádio do Clube do Trabalhador (Sesi).

De acordo com o coordenador geral do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Manaus 2016, Mario Aufiero, que, ao lado do diretor presidente da Fundação Vila Olímpica, Aly Almeida, tem acompanhado as visitas, a estrutura local tem tudo para corresponder às expectativas dos técnicos visitantes.

 “Toda a estrutura que foi feita para a Copa do Mundo está em bom estado de conservação. A nossa ideia e do próprio Comitê Rio 2016 é utilizar o máximo da estrutura da Arena e do que foi deixado pela Copa para não ter que gastar com estrutura temporária, reduzindo nossos custos”, disse Aufiero.

 Um dos espaços apresentados aos técnicos foi o Centro de Convenções do Amazonas (CCA) Vasco Vasques, ao lado da Arena. O local poderá substituir a estrutura temporária necessária para os serviços durante a competição.

 “A visita, até agora, tem sido muito positiva. Haverá alguns ajustes pontuais, mas nada de grande obra que vá onerar o Estado”, disse o coordenador, que vai aguardar o relatório a ser apresentado pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A Copa do Mundo nos deixou um grande legado, que é a Arena e os Centros de Treinamento. A Olimpíada vai nos deixar um legado social e é nisso que pretendemos focar”, completou Aufiero.

*Com informações da assessoria de imprensa


publicidade
publicidade
Masters do Corinthians enfrenta Seleção Evangélica do AM na Arena em maio
Para lotar Arena, Iranduba aposta em duelo com lendas do Fla e show de Dudu Nobre
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.