Publicidade
Esportes
POR DENTRO DA REGRA

Conheça o badminton, esporte praticado com raquete e peteca

A modalidade, ainda pouco praticada no Brasil, entrou nos Jogos Olímpicos de 1988, em Seul. Em 2016, a seleção brasileira estreia nos Jogos da Rio 2016 14/07/2016 às 10:27
Show especialista 2
A professora Nilma Menezes apresenta os principais detalhes do Badminton (Foto: Evandro Seixas)
Thaissa Cordeiro Manaus (AM)

Não deixe a peteca cair! No capí- tulo de hoje da série ‘Por Dentro da Regra’, além de convidarmos a professora do Centro de Educação de Tempo Integral Elissa Bessa Freire, Nilma Menezes, para apresentar os detalhes do badminton, eu conto um pouco da minha experiência nesse esporte que vai dar o que falar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Muito confundido com o tênis, o badminton também é praticado com uma raquete, mas a bola é substituída por uma peteca ou volante. A modalidade foi criada na Índia com o nome de poona, o termo badminton foi criado na década de 1870, em homenagem a Badminton House, que pertencia ao Duque de Beaufort’s, em Gloucestershire, Inglaterra. O esporte entrou para o programa Olímpico em 1992, nos Jogos de Barcelona.

A professora Nilma Menezes começa a falar sobre uma curiosidade do esporte, que poucos conhecem. “Quando a bola pega no corpo do adversário, nós devemos pedir desculpa, faz parte da regra, ou também se você tiver dúvidas em relação a algum ponto, você volta ao ponto e faz tudo de novo”, explica Nilma Menezes.

Sobre o sistema de pontuação do badminton, a professora explica. “No badminton, são 3 games de 21 pontos. Pode ganhar com vantagem de 2 pontos, como 19 a 21 pontos”, destacou.

Para todos

Para praticar o badminton você só precisa de.... força de vontade! Qualquer pessoa pode se aventurar no esporte de petecas. A minha paixão pela modalidade começou em 2012, por meio de uma prima, que tinha as raquetes e as petecas, e confesso que foi amor a primeira vista. Em Manaus ainda é difícil encontrar os equipamentos, a maioria você adquire pela internet.

O badminton além de ser um boa opção pra quem quer fugir do tênis ou tênis de mesa, ainda pode ser um ótimo aliado para as pessoas que querem emagrecer, sem precisar ir a academia.

Rio 2016

Desde a estreia da modalidade em Jogos Olímpicos, apenas um atleta não asiático conquistou o lugar mais alto do pódio, o dinamarquês Poul-Erik Høyer Larsen, que venceu o torneio masculino em Atlanta 1996.

Será a primeira vez que o Brasil entrará na disputa do Badminton no maior evento esportivo do mundo, os representantes da amarelinha serão Ygor Coelho, no masculino, e Lohaynny Vicente no feminino, os atletas terão a vantagem de jogar em casa, ao lado da sua torcida.

Por dentro do esporte

Nossa repórter Thaissa Cordeiro é praticante da modalidade e fez questão de escrever este “Por dentro da Regra”, afinal, nada melhor do que colocar um praticante para falar sobre este esporte que é bem inusitado.

Espaço físico

A quadra de Badminton mede 13,4 metros de comprimento por 6,10 metros de largura. No jogo de simples, a quadra passa a medir 11,88 metros em seu comprimento mantendo a mesma largura.

Instrumentos de trabalho

As petecas usadas para praticar Badminton podem ser sintéticas, feitas de nylon ou de penas de ganso, utilizadas em partidas oficiais. As petecas pesam entre 4.74 e 5.50 gramas. Uma partida entre profissionais acaba consumindo de sete a dez petecas. Por ser muito leve, a peteca pode chegar a velocidade acima de 300 km por hora.

Publicidade
Publicidade