Publicidade
Esportes
No interior

Contra CDC Manicoré, Fast Clube tenta segunda vitória seguida no Barezão

Jogando no estádio Bacurauzão, no interior do Estado, equipe do técnico Paulo Morgado busca segundo trinfo consecutivo fora longe de casa 03/02/2018 às 12:55 - Atualizado em 03/02/2018 às 13:17
Show share big 1
Morgado prevê dificuldades com o gramado do Bacurauzão (Foto: Arquivo Acritica)
Denir Simplício Manaus (AM)

Após surpreender o Princesa do Solimões, em Manacapuru - quando bateu o Tubarão por 2 a 1 -, o Fast Clube tenta a segunda vitória seguida no interior do Estado. Desta vez o oponente é o CDC, neste sábado (3) às 15h30, no estádio Flávia Blante, o “Bacurauzão”, em Manicoré (distante 616 quilômetros da capital).

O elenco do Rolo Compressor partiu da capital nesta manhã em direção ao local do jogo, onde o técnico Paulo Morgado espera encontrar bastante dificuldades.

“Estamos a contar com bastante dificuldades devido ao estado do terreno. Já soube que o gramado não está em perfeitas condições. O estádio deve ter muita torcida, eles devem contar com mais de dois mil torcedores, tal qual foi no jogo com o São Raimundo”, disse o treinador do Fast preocupado também com o time comandado por João Carlos Cavalo.

“Vou enfrentar um time muito aguerrido, bem organizado porque os times do João Carlos Cavalo geralmente são times bem organizados. Também conheço alguns jogadores do Manicoré e sei que são jogadores com alguma qualidade, por isso vou contar com bastante dificuldades”, enfatizou Morgado, que mesmo com os entraves espera voltar de Manicoré com uma vitória.

“Se tudo correr bem na viagem, eu penso que nós conseguimos trazer os três pontos. Estamos concentrados e penso que é possível trazer a vitória”, concluiu.

Publicidade
Publicidade