Publicidade
Esportes
São José x Iranduba

Contra o São José, Driely espera ser titular após oito meses sem iniciar partida

Voltando de lesão, meia do Iranduba retornou aos gramados no empate contra o Corinthians. O Hulk enfrenta o São José nesta quarta-feira (11), às 14h, no interior paulista 11/07/2018 às 00:22
Show zcr041101 p01  2
Foto: Antônio Lima
Camila Leonel Manaus (AM)

Driely jogou apenas 20 minutos no empate contra o Corinthians, mas mesmo após oito meses sem jogar devido a uma lesão no tornozelo, a meia mostrou um bom futebol durante a partida da última quinta-feira (5). Nesta quarta-feira (11), contra o São José-SP, às 14h, a jogadora espera por mais uma oportunidade de entrar em campo.

No último treino antes da viagem para São Paulo, ela treinou junto com o time titular. Como de costume, o técnico Adilson Galdino não revelou a equipe que inicia jogando, mas a atleta está esperançosa mesmo reconhecendo que ainda não está 100% fisicamente.

“Eu ainda tenho muito a melhorar no aspecto físico, tático e técnico, mas achei que foi bom o meu retorno. Não senti dor. Isso é o principal e espero ajudar a equipe a conquistar uma vitória contra o São José. Ainda tem aquele receio de correr, bater na bola, ir na marcação, sentir dor ou não, mas suportei bem e espero que melhore daqui pra frente”, afirmou.

Titular praticamente toda a temporada passada, neste ano a atleta volta se deparando com uma rotatividade maior no Hulk, mas espera que mesmo voltando a jogar no meio da competição possa ganhar o seu lugar na base da equipe.

“Tem essa rotatividade grande aí, mas a gente vai  ganhando o entrosamento aos poucos e eu acho que a nossa equipe está começando a ganhar uma cara”, acredita a meia que pelo menos com uma jogadora o entrosamento é garantido. Djenifer Becker, dupla que fez um bom trabalho no meio campo do Hulk no Brasileiro do ano passado.

“Conheço a Djeni há muito tempo. Jogamos o ano passado todo como titular então tem um entrosamento no meio campo, então é mais fácil entrosar com ela, com o restante vai aos poucos. Esse foi o segundo coletivo que eu fiz, tive o jogo e a gente vai voltando aos poucos”, completou. 

Com 20 pontos, o Iranduba é o vice-líder do Grupo A1, três pontos a menos que o Corinthians, líder, com 23. O São José é o sexto colocado com 10 pontos e o técnico Adilson Galdino espera que a equipe consiga pontuar fora de casa para encaminhar a classificação à próxima fase.

“A equipe do São José teve um empate fora de casa (contra a Ferroviária em 1 a 1) e sem dúvida vai ser um jogo difícil. O São José é um time de muita tradição no futebol feminino e estamos nos preparando. Na hora do jogo vamos esperar a resposta das meninas em campo”, disse Galdino.

No primeiro turno, o Hulk venceu o São José por 2 a 1 na Arena da Amazônia.

Desfalques e dúvidas

Giovânia e Brenda, que levaram cartão vermelho na última partida cumprem suspensão e nem viajaram. Ainda nesta semana, Brenda viaja para o Rio de Janeiro para se apresentar à Seleção Sub-20.

A partida pode marcar a estreia de Gabi Morais, reforço do Iranduba, mas a equipe ainda espera a liberação da meia no BID da CBF.

O técnico Adilson Galdino poderá contar com Djenifer Becker e Monalisa, mas após o jogo, a capitã segue para Itu, onde deve se apresentar para realizar treinos com a Seleção Principal, já a lateral segue para o Rio de Janeiro. Ela se apresentará no dia 12 em Teresópolis, no Rio de Janeiro, para a fase final de preparação para o Mundial Sub-20, da França.

FICHA TÉCNICA

10ª Rodada - Brasileirão Feminino

São José: Tatyane, Lira, Daiane, Lê, Edna, Samia, Rita Bove, Franciele, Fernanda, Michele e Nathalia. Tec: Cleber Arildo da Silva

Iraduba: Rubi, Monalisa, Jujuba, Cris, Letícia, Driely, Djeni, Laura (Gabi Morais), Priscila, Elisa e Grabias. Tec: Adilson Galdino

Estádio: Martins Pereira, São José dos Campos-SP

Hora: 14h (Manaus)

 Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)

Publicidade
Publicidade