Terça-feira, 12 de Novembro de 2019
Craque

Copa 2014: Peças metálicas da cobertura da Arena da Amazônia começam a ser soldadas

Além das obras na arena, o Estádio da Colina segue dentro do cronograma com a concretagem dos degraus das novas arquibancadas



1.gif Montagem das peças metálicas da cobertura da Arena da Amazônia começam em Manaus
06/06/2013 às 14:20

A soldagem das primeiras peças da cobertura metálica da Arena da Amazônia começou nesta semana. Inicialmente as estruturas serão montadas no solo e depois içadas e fixadas nas bases de concreto, formando a fachada e cobertura do estádio. Cada módulo que será içado tem forma de um “X” e chega apesar até 70 toneladas.

No novo Estádio da Colina, um dos Campos Oficiais de Treinamento (COTs) que está sendo construído para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, as obras estão em ritmo acelerado com a concretagem das primeiras arquibancadas e continuação dos trabalhos de fundações. A demolição do que restava do antigo estádio já foi concluída.



De acordo com o coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP COPA), Miguel Capobiango Neto, a previsão é que os primeiros módulos da cobertura sejam içados na próxima segunda-feira (10/6). “O processo todo é complexo, pois as estruturas são grandes e pesadas e precisam ser milimetricamente montadas e soldadas antes de serem fixadas. Quando começarem a ser içadas, darão o formato do projeto arquitetônico que é inspirado e um cesto de palha”, explicou o coordenador. Ainda de acordo com ele, o navio com o segundo carregamento das peças tem previsão de sair de Portugal até o fim da próxima semana.

A fachada e cobertura da Arena da Amazônia são compostas por uma única estrutura metálica com design semelhante ao trançado de um cesto de palha indígena. O peso total de toda a estrutura metálica é de aproximadamente 6,67 mil toneladas. Atualmente a Arena da Amazônia está 62% construída.

Obras aceleradas na Colina

As obras do Estádio Ismael Benigno, o Estádio da Colina, na Zona Centro-Oeste de Manaus, estão 11% concluídas e a montagem dos degraus da arquibanda D, localizada ao lado esquerdo do portão de entrada, começou nesta semana.

Atualmente, cerca de 100 operários trabalham no canteiro de obras e avançam na colocação das estacas que servirão de apoio para construção dos pilares das futuras arquibancadas. Após esta fase, começa a montagem dos degraus e concretagem das estruturas. Ao todo, cerca de 40 pilares já foram erguidos.

Segundo Capobiango, as obras estão dentro do cronograma e a concretagem vai durar em torno de quatro meses. O novo estádio terá capacidade para 10,4 mil espectadores e terá sala de imprensa, vestiário, academia e setor médico, além de lanchonetes, bares e banheiros projetados para utilização pública. As obras do Estádio da Colina estão orçadas em R$21 milhões, com investimento do Ministério do Turismo, em contrapartida com o Governo do Amazonas. O estádio será entregue em dezembro deste ano.

Confira galeria de fotos aqui.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.