Publicidade
Esportes
Craque

Copa das Confederações: Venda de bandeiras do Brasil cresce conforme o resultado dos jogos

Nesta quarta-feira (19), a Seleção Brasileira vai encarar a equipe do México pela segunda rodada do Grupo A da competição, e conforme vendedor de bandeiras, as vendas devem melhorar caso o Brasil vença 19/06/2013 às 11:48
Show 1
O vendedor Armando Miranda conta com a vitória brasileira para vender cada vez mais suas bandeiras
Gabriele Bessa ---

Seguindo as expectativas para o segundo desafio da Seleção Brasileira na Copa das Confederações 2013 que será realizado nesta quarta-feira (19), as vendas de bandeiras começam a ganhar vitalidade em Manaus.

Segundo o ambulante Armando Miranda, 33, que atua há 12 anos como vendedor de bandeiras na Bola do Eldorado, Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul de Manaus, as vendas estão prosseguindo de forma positiva, principalmente após a vitória no jogo de estreia do Brasil contra o Japão.

Nesta quarta-feira o time do Brasil vai encarar a equipe do México pela segunda rodada do Grupo A da competição, e conforme o vendedor, os torcedores estão otimistas com a vitória.

Armando afirma que as vendas estão muitos melhores em comparação com as dos anos anteriores. Mesmo com todos os protestos que estão sendo realizados, devido aos gastos investidos na Copa, a procura por bandeiras de diferentes estilos e tamanhos só tem aumentado.

“Tudo depende do jogo de hoje (quarta-feira), minhas vendas estão ótimas. O fato da Copa ser realizada no Brasil contribuiu muito para a economia, principalmente pra quem tem o trabalho como o meu. A estreia do Brasil foi no dia 15 de junho, no dia anterior todas as minhas bandeiras já tinham sido vendidas, tanto as menores que são colocadas nos carros, como as maiores”, diz o vendedor.

Expectativa e divulgação


Os vendedores Adelson (à direita) e Juracy Miranda, ajudam a 7 anos o irmão Armando no mesmo ponto

A confecção das bandeiras é feita pelo próprio vendedor com a ajuda da família em uma serigrafia particular. Arnando conta com a colaboração de três ajudantes durante as vendas, sendo que dois deles são seus irmãos. O preço de uma bandeira para carro é de R$ 10, a média sai por R$ 40 enquanto a grande custa R$ 100.

Em média, o ambulante fatura por dia R$ 1.200, dependendo do desempenho do time, neste caso da Seleção Brasileira. “Eu tenho certeza que o Brasil vai ganhar e se alguém estiver interessado em adquirir uma bandeira de qualidade e feita com todo carinho e respeito à nossa nação, pode chegar aqui no Eldorado”, dispara com entusiasmado o vendedor.

Publicidade
Publicidade