Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Craque

Copa Verde: Nacional enfrenta Vilhena-RO neste domingo (22) de olho nas oitavas de final

Leão da Vila Municipal pode até empatar para conseguir se classificar para a próxima fase da competição



1.jpg Nacional realizou treino na última sexta-feira na Arena da Amazônia
22/02/2015 às 12:27

Finalmente chegou à hora do “Leão beber água”. O Nacional entra em campo neste domingo, dia 22, na Arena da Amazônia, às 16h, não somente para garantir a vaga na próxima fase da Copa Verde diante da equipe do Vilhena-RO, mas também para mostrar diante de sua fanática torcida como está o time para a disputará quatro competições em 2015.

No duelo de ida, o Naça foi até a cidade de Vilhena, no interior de Rondônia e bateu o time da casa por 1 a 0. O resultado deixa o Leão da Vila Municipal bem próximo de eliminar o Lobo do Cerrado e avançar da competição interestadual.



Basta empatar o duelo contra os rondonienses que o Naça estará nas oitavas de final do torneio que dá ao campeão, a oportunidade de disputar a Copa Sul-Americana.

Mesmo com a vitória fora de casa, o técnico nacionalino, Sinomar Naves, não deu moleza aos seus pupilos. O elenco treinou forte durante o Carnaval visando o jogo deste domingo.

Na sexta-feira, todo o grupo do Naça realizou treino tático de portões fechados na Arena da Amazônia. Sinomar Naves executou jogadas ensaiadas e testou uma formação diferente que poderá utilizar durante a partida, caso precise.

O comandante do Nacional não quer nem pensar num revés diante do Vilhena-RO e poderá entrar com um esquema mais ofensivo pra cima do adversário. A saída de um dos homens de contenção e a entrada de um atacante pode ser a surpresa de Sinomar pra cima do Lobo do Cerrado.

Mais treino na arena, Sinomar Naves reclamou que seu plantel deveria treinar mais de uma vez no palco do jogo deste domingo. Segundo o comandante do Leão, os atletas de sua equipe estão acostumados com o gramado do CT Barbosa Filho, mais duro e de grama alta, e o gramado da Arena é mais baixo e dá mais velocidade ao jogo.

A maior parte do elenco no Nacional jamais atuou no estádio que recebeu a Copa do Mundo e, de acordo com Naves, se familiarizar com o palco do espetáculo é de vital importância.

“São poucos os que jogaram ou até treinaram aqui (Arena). O ideal seria treinar mais vezes onde se vai jogar, mas com o trabalho de hoje (sexta) já deu pra dar uma noção do gramado”, explicou.

Vale lembrar que o Nacional é o clube amazonense que mais atuou na Arena. Foram três jogos até hoje e os números mostram equilíbrio: uma vitória, um empate e uma derrota. Está na hora de o Leão começar a transformar a Arena em uma “Arenaça”, como quer a torcida do Leão.


No primeiro jogo, o Nacional conseguiu superar o VEC jogando fora de casa

Lobo do Cerrado vem “baleado” pra Arena

O Vilhena-RO desembarcou em Manaus pensando em reverter o resultado do jogo de ida e repetir o feito do Remo da edição passada da Copa Verde. Em 2014, logo no jogo de inauguração da Arena da Amazônia o clube paraense eliminou o Naça do torneio com um empate em 2 a 2, diante de 20 mil torcedores. No entanto, o VEC tem uma missão mais difícil que o time paraense: tem de vencer pra seguir na competição.

Depois de ser derrotado por 1 a 0 pelo clube amazonense, o Vilhena-RO fez dois amistosos para entrosar a equipe. Sob o comando do treinador Márcio Bittencourt, o Lobo do Cerrado venceu os dois jogos contra equipes locais. Na terça-feira de Carnaval o Vilhena-RO fez a festa e sapecou um 6 a 1 pra cima da seleção do Cone Sul, no estádio Portal da Amazônia.

Antes, no sábado gordo de folia, a vítima foi o selecionado de Cacoal, que perdeu por 2 a 0. Na quinta-feira, o VEC executou treino apronto para definir o grupo de atletas que viajou para Manaus. Com atletas resfriados e com elenco reduzido, Bittencourt ainda perdeu o meia Elvis que sentiu a coxa durante o treino.

No covil do LeãoOntem o time do Vilhena-RO treinou no Centro de Treinamento Barbosa Filho, a casa do Leão da Vila. Márcio Bittencourt deve fazer alterações na equipe que perdeu o jogo de ida da Copa Verde. Assim como o Nacional, o VEC mudou praticamente todo o plantel para a temporada 2015.

“Esse tempo que tivemos foi bom para o time. Os jogadores tiveram um tempo maior para se conhecer em campo. Espero que isso pese a nosso favor no jogo contra o Nacional”, disse Bittencourt.

O treinador de 50 anos lembrou que não tem tantas opções para modificar a equipe e não quis revelar o time titular que vai tentar a vitória diante do Nacional.

Mas tentará surpreender o time de Sinomar Naves diante de sua torcida. Para o duelo de logo mais entre Leão da Vila e Lobo do Cerrado foram disponibilizados 10 mil ingressos, no anel inferior da Arena da Amazônia.

Ficha Técnica

Nacional: Rodrigo Ramos; João Rodrigo, Maurício Leal, Robinho, Lídio e Andrezinho; Bruno Potiguar, Fininho, e Thiago Marin; Wanderley e Hyantony. Tc: Sinomar Naves

Vilhena-RO: Wagner, Henrique, Junior, Marinho, Carlinhos, Jonatas, Flávio, Rai, Roberth, Vinicius e Roallase. Tc: Márcio Bittencour

Estádio: Arena da Amazônia

Árbitro: Yungo Paiva Macedo (RR)

Auxiliares: Nilton Pereira da Silva (RR) e Jean Carlos Rodrigues da Silva.)

Horário: às 16h


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.