Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021
A espera de gols

Coringa do Operário, Judá espera consolidar boa temporada balançando as redes

Acumulando boas atuações defendendo o clube de Manacapuru, meio campista espera coroá-las com gols



47e7f7c9-8885-4e0c-8100-c3a8d60054f6_92324387-ACB0-4BAE-B1CE-27724E7B2982.jpg Foto: João Normando / FAF
27/10/2021 às 13:00

Classificado para a semifinal do Campeonato Amazonense Série B, o Operário EC divide a ponta da tabela com o Manauara EC, ambos com 11 pontos e empatados em absolutamente todos os quesitos. Parte dessa boa campanha do Sapão passa por uma boa engrenagem, que tem como equilíbrio o meio campista Judá.

Acumulando boas atuações defendendo o clube de Manacapuru, o volante espera coroá-las com a bola na rede. Em conversa com o A Crítica, o jogador revelou que vem se cobrando para garantir o seu gol pela equipe.



“Queria muito ter saído com o gol no jogo (contra o Rio Negro). Acho que pela temporada que venho fazendo, já merecia ter saído esse gol, mas estou trabalhando pra isso, para que na hora certa ele saia”, disse o jogador, que hoje se vê mais ‘completo’ jogando pela equipe de Manacapuru.

“Apesar de eu jogar numa função mais recuada no esquema que jogamos, me adaptei a ser um meio de campo moderno que joga nas três funções, tanto de marcação como de saída e criação. O professor João me dá total liberdade pra chegar como homem surpresa no ataque, em busca de fazer esse gol que tá insistindo em não sair, mas que na hora certa, com muito trabalho, tenho certeza que vai sair”, disse o jogador, ressaltando que vai encontrar o caminho do gol.

Na partida contra o Rio Negro - que terminou em 0 a 0 - realizada no último sábado (23), no estádio da Colina, foi do pé de Judá o lance que deixou o grito de gol entalado na garganta da equipe. Embora o tento não tenha saído, o atleta ressalta que o lance é parte da sua característica e que o ‘quase-gol’ segue motivando-o.

“Essa batida de fora da área é umas das minhas principais características, eu treino muito esse chute de longa distância e eu fui feliz em pegar bem na bola e, por pouco, não acabou saindo o gol. Mas me motiva sim, por continuar trabalhando, que cada vez tá chegando mais perto”, finalizou.

 

Nova chance de marcar

 

O Operário do polivalente Judá entra em campo no próximo sábado (3), às 15h30, no estádio Gilbertão, em Manacapuru. Jogando em casa, o clube encerra sua participação na fase de grupos da ‘Bezinha’ contra o Tarumã, equipe que tenta beliscar uma das vagas à próxima fase.

João Felipe

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.