Domingo, 19 de Maio de 2019
Craque

Correndo na Terra dos Sonhos: Willy Sandra irá correr na Disney

Após vencer a Magic Disney Run, atleta amazonense Willy Sandra irá representar o Amazonas em corrida na terra do Mickey



1.jpg
Willy irá correr na Disney e realizar um sonho de criança
05/01/2016 às 18:03

A atleta amazonense Willy Sandra irá realizar um sonho de criança: conhecer a Disney, porém mais do que conhecer as atrações da Terra dos Sonhos, ela irá correr a prova Walt Disney World de 10 quilômetros. O passaporte para a prova, ela conquistou em outubro de 2014 ao vencer a Magic Disney Run. A primeira colocação deu o direito a uma viagem para a Disney por sete dias com direito a acompanhante.

A prova acontece no dia 8 dejaneiro e Willy disse que está preparada para competir.

“Eu estou indo para representar oAmazonas. Serão 160 mil participantes. Eu não fiz a preparação 100% igual , mas fiz o que pude, me preparei, me alimentei e estou num peso ideal porque,querendo ou não, tem que estar no peso ideal. Eu creio que estou preparada.Estou ansiosa e vou lá para dar o meu melhor. Vou para lá competir e almejo avitória”, contou.

Fundista há quatro anos, doiscomo profissional, além do foco da corrida, ela também terá a oportunidade de realizar um sonho que vem desde a infância.

“Eu tenho esse sonho desde criança e sempre tinha a propaganda de viagem para a Disney e tudo mais. Quando foi uma vez, a gente estava sentada e eu vi o comercial, eu tinha uns 11 anos eeu falei ‘mãe um dia eu vou pra Disney’ e ela com um ar de ironia ‘ah vai sim, minha filha’. Quando eu ganhei essa corrida, liguei para a minha mãe e disse ‘um disse que ia para a Disney. Então, eu ganhei, chegou o momento”, relembrou.

A sensação da realização dosonho, para a atleta é uma porta que se abriu graças ao esporte e ela acreditaque muitas outras ainda poderão se abrir.

“O esporte abre muitas portas e pode levar um atleta muito além de realizar sonhos. Eu tenho 30, ainda sou muito nova, mas eu creio que muitas portas vão se abrir e tenho os meus sonhos a se realizar”, completou.

 Willy começou a correr há quatro anos buscando qualidade de vida, mas conforme ela começou a participar das corridas, foi percebendo que tinha uma vocação natural para as corridas de rua.

“Foram dizendo que eu tinha talento, tinha perfil de corredora e fui procurando me inscrever nas provas. Eo meu noivo, que é meu assessor, meu professor e que me projetou. E eu fuimelhorando até que eu comecei a me destacar e fui para a elite”, disse a atleta que, no ano passado esteve no pódio em todas as corridas que participou.


 

A atleta amazonense Willy Sandra irá realizar um sonho de criança: conhecer a Disney, porém mais do que conhecer as atrações da Terra dos Sonhos, ela irá correr a prova Walt Disney World de 10 quilômetros. O passaporte para a prova, ela conquistou em outubro de 2014 ao vencer a Magic Disney Run. A primeira colocação deu o direito a uma viagem para a Disney por sete dias com direito a acompanhante.
A prova acontece no dia 8 de janeiro e Willy disse que está preparada para competir.
“Eu estou indo para representar o Amazonas. Serão 160 mil participantes. Eu não fiz a preparação 100% igual , mas fiz o que pude, me preparei, me alimentei e estou num peso ideal porque, querendo ou não, tem que estar no peso ideal. Eu creio que estou preparada. Estou ansiosa e vou lá para dar o meu melhor. Vou para lá competir e almejo a vitória”, contou.
Fundista há quatro anos, dois como profissional, além do foco da corrida, ela também terá a oportunidade de realizar um sonho que vem desde a infância.
“Eu tenho esse sonho desde criança e sempre tinha a propaganda de viagem para a Disney e tudo mais. Quando foi uma vez, a gente estava sentada e eu vi o comercial, eu tinha uns 11 anos e eu falei ‘mãe um dia eu vou pra Disney’ e ela com um ar de ironia ‘ah vai, sim minha filha’. Quando eu ganhei essa corrida, liguei para a minha mãe e disse ‘ um disse que ia para a Disney. Então, eu ganhei, chegou o momento”, relembrou. 
A sensação da realização do sonho, para a atleta é uma porta que se abriu graças ao esporte e ela acredita que muitas outras ainda poderão se abrir.
“O esporte abre muitas portas e pode levar um atleta muito além de realizar sonhos. Eu tenho 30, ainda sou muito nova, mas eu creio que muitas portas vão se abrir e tenho os meus sonhos a se realizar”, completou.
 Willy começou a correr há quatro anos buscando qualidade de vida, mas conforme ela começou a participar das corridas, foi percebendo que tinha uma vocação natural para as corridas de rua.
“Foram dizendo que eu tinha talento, tinha perfil de corredora e fui procurando me inscrever nas provas. E o meu noivo, que é meu assessor, meu professor e que me projetou. E eu fui melhorando até que eu comecei a me destacar e fui para a elite”, disse a atleta que, no ano passado esteve no pódio em todas as corridas que participou. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.