Publicidade
Esportes
Craque

Corrida Pedestre Ruy Lins reúne mais de 1,5 mil pessoas pelas vias do Distrito Industrial de Manaus

A corrida foi uma homenagem ao ex-superitendente da Zona Franca de Manaus e promoveu a saúde e o bem-estar aos participantes, sejam atletas, amadores ou amantes das corridas de rua 19/10/2014 às 01:12
Show 1
Corrida levou mais de 1,5 mil pessoas para as ruas do Distrito Industrial de Manaus
acritica.com*`` Manaus (AM)

No fim da tarde deste sábado (18), as ruas do Distrito industrial, na Zona Sul de Manaus, foram tomadas por uma legião de atletas que participaram da IV Corrida Pedestre Ruy Lins, realizada pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) com o apoio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), a prova levou mais de 1,5 mil corredores para as ruas.

De acordo com a organizadora do evento, Socorro Abitbol, o número marcou uma grande aceitação do público manauara pela corrida. “A prova foi um sucesso. Resultado de muito trabalho e dedicação da equipe. Os corredores se preparam para essa corrida o ano todo. Vale lembrar que sem a ajuda da SEJEL seria difícil de acontecer”, comentou a gestora.

Segundo Socorro, a princípio, a corrida tinha finalidade apenas de incentivar o quadro de servidores à prática de atividade física, mas acabou tomando maiores proporções depois do sucesso das três edições anteriores.


“A ideia inicial da corrida surgiu para a promoção da qualidade de vida do quadro de colaboradores e parceiros da Suframa. Mas acabou significando também, uma ferramenta integração da instituição com a população. A corrida evolui muito e hoje tem um grande número de participantes”, disse Abitbol.

Composta pelos percursos de 3 e 6 quilômetros, a competição presta uma homenagem ao ex-superintendente da Suframa, Ruy Lins (1934-2010), responsável pela expansão do Distrito Industrial e também a ampliação da presença da instituição nos demais Estados da Amazônia Ocidental.

Para animar os corredores, a fanfarra da Polícia Militar do Amazonas esteve presente tocando os ritmos da região, além do solene hino nacional antes da largada.

Figurinha repetida

No percurso de 3 km o ‘prata da casa’, Jackson Mendes, não deu moleza aos seus adversários e levou o troféu com o tempo de 8 minutos e 18 segundos.


Acostumado a competir longas distâncias nas provas realizadas na capital, o amazonense revelou o segredo do bom resultado. “Como a prova é curta, a tática é não se distanciar do pelotão. E nos últimos metros, abrir à dianteira. Consegui por isso em prática e acabei completando a prova com esse tempo”, explicou.

Sobre a preparação para a disputa, Jackson, que é industriário, afirmou se desdobrar para conciliar os treinos com a rotina exaustiva de trabalho. “Faço um treino leve de madrugada, antes de partir para o meu emprego. E a noite, quando retorno, aumento a distância e imprimo um ritmo mais forte”, explicou

Atleta de fora surpreende

Com o tempo de 18 minutos e 55 segundos o rondoniense Juarez Silva estragou a festa dos donos da casa e conquistou a primeira na prova de 6km.

Para o vencedor, o triunfo veio através do ritmo pesado imposto desde o início da prova. “Esse percurso foi muito difícil. As ladeiras atrapalharam muito, mas graças a Deus consegui manter a cadência e venci”, falou o rondoniense, que veio a Manaus exclusivamente para competir nas últimas corridas do ano.

Publicidade
Publicidade