Publicidade
Esportes
Craque

Craque Brasileirão 2014 consagra os melhores jogadores do torneio

Além dos jogadores, a premiação reservou trofeis para o craque, a revelação, o melhor técnico do ano, bem como o craque da galera, eleito por torcedores 09/12/2014 às 15:33
Show 1
Craque do Brasileirão: Marcelo Oliveira melhor técnico da série A de 2014
ACRITICA.COM ---

A 10ª edição do Craque Brasileirão foi uma festa em família. A versão 2014 consagrou os 11 melhores do campeonato, o craque, a revelação, o melhor técnico, o craque da galera, mas, sobretudo, reuniu os jogadores e suas famílias em evento que ficará marcado na carreira e na vida de todos.

Marcelo Oliveira, o melhor técnico, levou o filho de 10 anos, Rafael, que ele diz já ser um camisa 10 de qualidade no time do colégio em Belo Horizonte. Souza levou o pequenino Nicolas, que fez a alegria de todos, com seus poucos meses, sem dar trabalho ou chorar no tempo que levou o programa.

Gil levou o filho Carlos, orgulhosos os dois, para receber o seu troféu. Os demais jogadores, todos acompanhados das mulheres, noivas, namoradas, tiveram uma noite em que alegria de fazer parte de um seleto time de eleitos estava estampada em cada expressão. O cruzeirense Samuel Rosa, do Skank, deu o tom musical ao programa com suas canções que têm o futebol como tema.


Jefferson foi eleito o melhor goleiro da Série A de 2014. Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Jefferson, Marcos Rocha, Dedé, Gil e Egídio; Lucas Silva, Souza, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart; Diego Tardelli e Guerrero - um a um, os 11 melhores do Brasileirão 2014 eram chamados por Galvão Bueno e pela jornalista Joana de Assis para receberem os seus troféus.

Everton Ribeiro foi ainda, pelo segundo ano consecutivo, eleito o craque do campeonato. Ele festejou a escolha ao saber que fora feita por um colégio eleitoral expressivo, composto por jornalistas, os 20 capitães e técnicos dos clubes da Série A e os jogadores da Seleção Brasileira. "Estou feliz e orgulhoso. Ser escolhido por profissionais do meio, gente do futebol, valoriza mais ainda esse prêmio", declarou.

O jovem Erick, do Goiás, parecia estar vivendo um sonho, escolhido que foi a revelação, próprio de quem está iniciando a carreira. Mas a satisfação do "veterano" Rogério Ceni era semelhante. Talvez maior ainda por ter sido eleito pelos torcedores - o craque da galera. "É um momento especial, entre tantos que vivi na carreira, mas tendo essa particularidade de ter sido eleito pelos torcedores. Estou muito grato a todos", disse o grande goleiro.

O capitão Marcelo Costa, do Joinville, recebeu a taça de campeão da Série B do vice-presidente da CBF para a região Sul, Fábio Nogueira. O capitão Weverton Costa, do Atlético Paranaense, recebeu o Troféu Fair Play – seu time foi o mais disciplinado do campeonato. A festa estava encerrada. A noite dos campeões, completa.

*com informações da CBF

Publicidade
Publicidade