Publicidade
Esportes
IRANDUBA

Cris celebra primeiro gol no Brasileiro que devolveu vice-liderança ao Hulk

A meia foi autora do único gol da partida que deu a vitória ao Iranduba sobre o Kindermann na tarde desta quarta-feira (22) 22/08/2018 às 19:44 - Atualizado em 22/08/2018 às 19:44
Show crisra 1e812109 233b 4f06 9155 887ac5ebf630
Foto: Júnio Matos
Camila Leonel Manaus (AM)

A vitória do Iranduba por 1 a 0 sobre o Kindermann colocou o Hulk de volta na vice-liderança do Grupo A1. O gol que possibilitou isso foi marcado por Cris aos 24 minutos do primeiro tempo. Assim como na primeira rodada, o Hulk venceu o time catarinense por 1 a 0, com um gol de bola parada, a diferença é que na estreia, Djenifer marcou de pênalti.

O tento marcado pela camisa sete foi o primeiro dela no Brasileiro. "Estou feliz por ter contribuído  com a minha equipe da melhor e sendo privlegiada com o gol, graças a Deus", diz a meia.

A cobrança de falta foi à meia altura, potente e ainda contou com a abertura da barreira do Kindermann. A bola passou e não deu chances para a goleira Bárbara, que apesar de ir na bola, não evitou que ela fosse para o fundo das redes. O detalhe é que a maioria das faltas do Hulk é cobrada pela capitã, Djeni, que estava ao lado de Cris no momento da cobrança. 

"A gente conversou antes de bater a falta e a Djeni falou: Cris, vai lá, mana, dá uma pancada que sai o gol. Graças a Deus deu certo", relembra.

Mas além do gol, Cris fez questão de destacar a participação da companheira de equipe, Maike, que segurou o resultado que começou a ser construído no gol que ela marcou no primeiro tempo.

"A gente sabia que elas viriam com essa proposta. Estavam com um ponto na nossa frente e a gente teria que ir para cima. Tivemos a oportunidade e soubemos aproveitar. Com o resultado a nosso favor, elas vieram, mas a gente conseguiu manter o resultado e teve a Maike que foi espetacular e fez que a gente saísse com a vitória".

Nas quartas de final, o Hulk enfrentará o Rio Preto. O primeiro jogo será no dia 5 de setembro, no interior de São Paulo. A partida de volta será em Manaus, no dia 12.

Publicidade
Publicidade