Publicidade
Esportes
COPA 2018

CR7 dá espetáculo à parte com hat-trick e empata contra a Espanha na estreia da Copa

Com dois golaços e um pênalti, craque português liderou a seleção ao empate. Com o resultado final, Irã segue como líder do Grupo B com três pontos 15/06/2018 às 15:57 - Atualizado em 15/06/2018 às 16:12
Isabella Pina Manaus (AM)

No jogo mais acirrado da primeira rodada da fase inicial da Copa do Mundo, Portugal e Espanha entraram em campo no estádio Olímpico de Sochi para fazer espetáculo. Diego costa deu a saída de bola para a Espanha, Cristiano Ronaldo abriu com pênalti aos dois minutos, e as fagulhas entre as duas potências europeias davam, ali, seus primeiros sinais. Era tudo prelúdio de um jogão. O placar final? Cristiano Ronaldo 3 x 3 Espanha. Os gols hispânicos partiram Diego Costa (2) e Nacho.

Aos dois minutos do primeiro tempo o árbitro italiano apontou pênalti a favor de Portugal após CR7ser derrubado por Busquests dentro da área. Ignorando toda a pressão de uma Copa do Mundo e uma seleção inteira nas costas, o craque desviou De Gea e encaixou no alto, no cantinho direito do gol espanhol.

A Espanha, sem surpresas para o técnico Fernando Santos, abusou - quando pode - de cruzamentos avançados. Com Alba e Diego Costa dominando a saída e movimentação. Mas teve dificuldade de conectar os lances.

Como resposta, sem dó, Portugal abusou das chances de contra-ataque com apoio de Bernardo Silva e Bruno Fernandes pelas pontas. CR7, na frente e Guedes de companhia e cão de guarda. 

Mas no meio do caminho tinha um Diego Costa impetuoso. Sedento por anotar seu primeiro gol em uma Copa do Mundo. Deixou dois marcadores para traz, trombou com Pepe na quina esquerda da grande área portuguesa, deixou o zagueirão no chão, e mandou um balaço sem dó para o fundo das redes. Tudo igual no estádio olímpico.

Foi a chance para que os hispânicos tomassem as rédeas do jogo. Iniesta arriscou de longe, assustou. Busquests, de cabeça, também. A resposta foi o recuo imediato dos portugueses. Até que...

Gonçalo avanou por toda a pequena área, quase livre, desbancou Sérgio Ramos e entregou de bandeija para Cristiano Ronaldo. A bola quicou no joelho de De Gea, resvalou e entrou. 2 a 1.

Segundo tempo

Mesmo com a vantagem, Portugal voltou ao campo com cautela. Até demais. Os 10 de linha, todos, perfilaram-se atrás da intermediária e travaram a fluidez da partida. Nada que afetasse o espírito merengue. 

Busquests, que salvou de cabeça de dentro da área, entregou ajustado para Dieg Costa, brasileiro naturalizado espanhol, garantir o empate.

Sem dó nem piedade. Nacho pegou, na sequência, uma sobra linda de longe da grande área e marcou um golaço. 3 a 2 para a Espanha. De virada.

Os nervos, mais que aflorados, deram um gostinho de Real Madrid x Barcelona quando Ronaldo e Piqué se desentenderam. Sérgio Ramos entrou no meio para salvar. Segue o jogo. 

A Espanha tentou, voltou a pressionar com David Silva, mais de uma vez, por discretas entradas na área, mas é difícil competir com Cristiano Ronaldo. 

O Robôzão, aos 43 do segundo tempo, sofreu falta na entrada da área. Era perigoso. Era difícil. Mas era dos pés do camisa sete que a bola saíria. Tomou efeito, fez a curva sozinha no ar pairando por toda a barreira, e entrou, bem como devia, no caixote de De Gea.

Panorama

Com o empate, Espanha e Portugal acumulam apenas um ponto cada um no Grupo B. Quem assume a liderança, por enquanto, é o Irã, que venceu o Marrocos por 1 a 0 na manhã desta sexta-feira (15). Os times voltam aos campos na próxima quarta-feira (20).

Publicidade
Publicidade